Publicidade

Estado de Minas

Funcionário de padaria leva tiro e morre depois de pedir cliente para vestir camisa

De acordo com testemunhas, o homem ficou bastante irritado e ameaçou o rapaz dizendo que retornaria mais tarde


postado em 23/10/2016 09:58 / atualizado em 23/10/2016 14:00

O suspeito fugiu a pé pela Érico Veríssimo, na direção da Avenida Augusto dos Anjos(foto: PMMG/Divulgação)
O suspeito fugiu a pé pela Érico Veríssimo, na direção da Avenida Augusto dos Anjos (foto: PMMG/Divulgação)
Um jovem de 18 anos foi assassinado na noite desse sábado apenas por cumprir seu dever. Eram quase 21h, quando um homem negro, sem camisa, entrou na padaria Mix Pão, na Avenida Érico Veríssimo, no Bairro Rio Branco, na Região de Venda Nova, em Belo Horizonte.

O caixa Daniel Christyano dos Reis de Jesus orientou o suspeito para vestir a roupa, já que, pelas normas do estabelecimento, é proibido entrar sem blusa. De acordo com testemunhas, o homem ficou bastante irritado e ameaçou o rapaz dizendo que retornaria mais tarde.

Segundo o boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar, duas horas depois, o suspeito voltou, trajando camisa azul e com um revólver na cintura. Ele abordou a vítima logo que entrou na padaria dizendo que Daniel o havia xingado anteriormente, fato que foi desmentido pelos colegas de trabalho. Em seguida, sacou a arma e disparou vários tiros na cabeça e no pescoço do funcionário.

O suspeito fugiu a pé pela Érico Veríssimo, na direção da Avenida Augusto dos Anjos. Daniel foi levado para o Hospital de Pronto-Socorro Risoleta Neves, mas não resistiu. A PM informou que o dono da padaria vai disponibilizar para a polícia as imagens das câmeras de segurança do local.


Publicidade