Publicidade

Estado de Minas

Passeio de bike à moda antiga promete animar o domingo no Santa Tereza

Evento conhecido comoTweed Ride terá ciclistas usando figurinos e acessórios das décadas de 1940 e 1950. Participantes vão fotografar imóveis antigos para projeto que valoriza o patrimônio arquitetônico


postado em 08/06/2016 17:49 / atualizado em 08/06/2016 18:08

Roupas e acessórios antigos chamam a atenção do passeio(foto: Divulgação/Tweed Ride)
Roupas e acessórios antigos chamam a atenção do passeio (foto: Divulgação/Tweed Ride)
Um passeio de bicicleta com ares retrô, conhecido como Tweed Ride, em que os participantes pedalam usando figurinos e acessórios das décadas de 1940 e 1950, promete animar as ruas do tradicional Bairro Santa Tereza, na Região Leste de Belo Horizonte. Será às 9h deste domingo, saindo da Praça Duque de Caxias.

O evento começou em 2009 em Londres e deste 2013 é sucesso na capital mineira. A novidade deste ano é que os ciclistas vão fotografar o casario antigo do Santa Tereza para o projeto Casas de BH, que busca resgatar e valorizar o patrimônio arquitetônico da cidade.

O Bairro Santa Tereza foi escolhido por passar por uma grande pressão imobiliária e muitas casas antigas estão sendo demolidas, segundo os organizadores do evento. De acordo com a criadora do Tweed Ride BH. Renata Aila, que é pesquisadora Universidade Federal da Bahia (UFBA), a proposta do evento é mostrar que é possível usar a bicicleta como meio de transporte, desvinculando-a da prática esportiva.

O passeio começa com um café oferecido por um atelier que funciona em uma casa antiga da Praça Duque de Caxias, e que faz parte do conjunto arquitetônico preservado do bairro.

O Tweed Ride foi criado em 2009 em Londres, por um grupo de ciclistas usando roupas de inverno das décadas de 1920, 1930 e 1940. Entre as vestimentas, o tweed, um tecido de lã utilizado em estações frias. O passeio foi batizado de Tweed Ride ou Tweed Run e ganhou o mundo com a mesma mensagem: a bicicleta é uma forma elegante de se deslocar pela cidade.

Não é preciso ser atleta para participar do passeio. “Ao longo da história do Tweed Ride BH, percebe-se o carinho com que os ciclistas têm recebido o passeio no qual vemos um número crescente de participantes a cada edição”, disse Renata Aila.

O passeio deste domingo começa com um café(foto: Divulgação/Tweed Ride)
O passeio deste domingo começa com um café (foto: Divulgação/Tweed Ride)
 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade