Publicidade

Estado de Minas

BH tem um roubo a cada 10 minutos, informa balanço da Seds

No estado, a média foi de um crime desta modalidade a cada quatro minutos. Os dados se referem aos primeiros 60 dias do ano


postado em 01/04/2016 14:55 / atualizado em 01/04/2016 16:37

Belo Horizonte registrou nos primeiros 60 dias deste ano 8.230 roubos(foto: Tulio Santos/E.M/D.A Press)
Belo Horizonte registrou nos primeiros 60 dias deste ano 8.230 roubos (foto: Tulio Santos/E.M/D.A Press)

O desafio para as forças de segurança em Minas Gerais em 2016 será mesmo coibir os roubos. No primeiro bimestre deste ano foi registrado um aumento de 32,1% em relação ao mesmo período de 2015. As polícias Civil e Militar registraram 21.808 assaltos, o que corresponde um crime desta modalidade a cada quatro minutos no estado. Em Belo Horizonte, o aumento foi de 40,6%. A média é de um roubo a cada 10 minutos na capital mineira. Já a extorsão mediante a sequestro em Minas Gerais. Em BH, a alta neste tipo de crime foi de 166,6%.

Os dados da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) foram divulgados nesta sexta-feira. Os números mostram que em Minas Gerais foram registrados em média 363,4 roubos por dia nos dois primeiros meses deste ano. No mesmo período do ano passado, foram 16.498 registros, média de 279,6 por dia.

A capital mineira registrou nos primeiros 60 dias deste ano 8.230 roubos, contra 5.852 casos em janeiro e fevereiro de 2015. A média é de 137,1 roubos por dia. Somente os registros em BH representam 37,7% do total de ocorrências no estado, segundo a Seds. Em 2015, a participação foi de 35,4%.

Os furtos seguiram os mesmos parâmetros. Em Minas, foram registrados 53.569 casos nos dois primeiros meses deste ano, contra 49.215 no mesmo período do ano passado, o que corresponde a 8,6%. Em Belo Horizonte, os registros subiram de 9.601 para 11.035, aumento de 14,9%. A capital mineira teve média de 183,9 ocorrências por dia, o que corresponde a três furtos por minuto.

Por meio da Seds, a Polícia Militar (PM) informou que no primeiro bimestre realizou a prisão e a apreensão de 8.117 pessoas por crimes contra o patrimônio. Deste total, mais de 1,9 mil foram conduzidas por roubos e furtos. De acordo com o Comando de Policiamento da Capital (CPC), a PM também está trabalhando para diminuição da circulação de armas de fogo. Nos dois primeiros meses do ano foram recolhidas 468 armas, 25% a mais que no ano anterior, quando foram tiradas de circulação cerca de 350. A corporação informa ainda que são feitas análises diárias para avaliar zonas quentes de reincidência dos crimes para alocação das tropas.

Também por meio da Seds, a Polícia Civil informou que vem fazendo estudos para avaliar o perfil dos autores de roubos na capital mineira. As avaliações visam entender o modo como os criminosos agem, a área de atuação e os principais autores.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade