Publicidade

Estado de Minas

Início de arrastão provoca corre-corre na Savassi, mas tumulto foi dissipado

Para garantir a segurança na região, cavalaria da PM está na Praça Diogo de Vasconcelos e a entrada de foliões está sendo controlada em alguns pontos da Savassi


postado em 09/02/2016 17:45 / atualizado em 09/02/2016 18:27

Nesta tarde, uma ameaça de arrastão provocou corre-corre na Savassi, onde há concentração de foliões. Houve início de tumulto, mas a confusão foi dispersada. Segundo a Polícia Militar, não foram registrados roubos ou prisões e a segurança na região está reforçada com a presença também da cavalaria.

Segundo a PM o último dia de carnaval em BH está tranquilo. Ontem, depois do encerramento dos blocos, houve confronto entre foliões e a PM na Praça ABC, com a emissão de balas de borracha.

Uma das principais dicas do folião é proteger o celular, principal alvo de furtos. Na região da Savassi, alguns foliões reclamaram o furto de smartphones durante as festas. O vendedor Welinton Alves, de 37 anos, percebeu que seu aparelho tinha sido roubado só depois que se afastou do meio da praça. “Um rapaz trombou comigo no meio da multidão. Na hora senti um puxão na bermuda, mas não consegui ver que meu celular tinha sido roubado. Logo que percebi, não achava mais o ladrão. Uma pena, porque o carnaval está bem divertido, mas esse tipo de coisa estraga a festa de quem foi roubado”, afirmou Welinton.

No final desta tarde, a cavalaria da PM se posicionou no meio da Praça Diogo de Vasconcelos, e a entrada de foliões está sendo controlada em algumas partes da Savassi.

Durante o dia aconteceram ações preventivas da PM em regiões de grande movimento, como em linhas do transporte público. Na avenida Antônio Carlos, houve revista em uma linha do MOVE e uma bolsa foi encontrada com 20 buchas de maconha.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade