Publicidade

Estado de Minas

Professor de escola estadual é preso com material de pornografia infantil

Ele foi detido em flagrante pela Polícia Federal durante cumprimento de mandados de prisão. Outro homem, de 43 anos, também foi preso


postado em 18/11/2015 11:32 / atualizado em 18/11/2015 11:36

Dois homens foram presos em Minas por posse de material contendo pornografia infantil e juvenil, com suspeita de transmissão de imagens. A Polícia Federal cumpriu três mandados de busca e apreensão em Pedro Leopoldo e Itabirito, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e Ipatinga, na Região Central.

As prisões aconteceram na terça-feira. Um dos presos, segundo a PF, tem 32 anos e é professor do ensino médio na rede pública estadual, com mestrado em Química. Na casa dele foi apreendido um CD com diversas imagens de crianças nuas e em ato sexual, com indícios de que o preso tenha enviado arquivos para uma pessoa que mora nos Estados Unidos. O segundo preso tem 43 anos e estava com um HD que continha material pornográfico infantil. Os nomes dos presos não foram divulgados.

Ainda de acordo com a Polícia Federal, a pessoa que produz, reproduz, fotografa, filma ou registra, por qualquer meio, cena de sexo explícito ou pornográfica, envolvendo criança ou adolescente está sujeita a pena de até oito anos de prisão. Na mesma pena incorre quem vende ou expõe à venda fotografia, vídeo ou outro registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente.

Quem adquire, possui ou armazena, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente também comete crime e pode cumprir até quatro anos de prisão.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade