Publicidade

Estado de Minas

Chafarizes de Ouro Preto passarão por obras de restauração

Reforma deve durar 16 meses e durante este período, o acesso aos monumentos não será liberado


postado em 20/01/2015 17:33 / atualizado em 20/01/2015 18:06

(foto: Prefeitura de Ouro Preto)
(foto: Prefeitura de Ouro Preto)

Cartões-postais de Ouro Preto, os chafarizes da cidade, que antigamente serviam como fonte de abastecimento de água à população, mas que com o tempo, adquiriram status de obras de arte, serão restaurados. Os chafarizes da Glória, Marília de Dirceu e outros vinte monumentos ficarão interditados pelo prazo de 16 meses com o objetivo de restaurar danos causados pela ação do tempo, como fissuras, degradações por umidade, perda de elementos decorativos, entre outros. As obras tiveram início nessa segunda-feira.

Esta é a primeira vez que uma restauração neste nível de detalhamento é realizada. A maioria dos monumentos foi construída entre 1740 e 1760 e, apesar de muitos não estarem em funcionamento, os chafarizes se transformaram em obras de arte e peças de contemplação, principalmente por parte dos turistas que visitam a cidade. Segundo a Prefeitura de Ouro Preto, em outras ocasiões foram feitas pequenas reformas emergenciais, mas somente desta vez o projeto de restauração será amplo e integral.

A reforma faz parte do plano de atividades do Programa de Aceleração do Crescimento das Cidades Históricas Brasileiras e será feita totalmente com recursos federais. O valor do contrato é de R$ 1,5 milhão, tendo como contratada a empresa Sepres Engenharia Ltda, vencedora do processo licitatório. A prefeitura, por meio da Secretaria de Cultura e Patrimônio, é responsável pela gestão e coordenação das obras no município.

Todos os 22 chafarizes serão interditados e enquanto durarem as obras, até o último ficar pronto, o acesso não será liberado a moradores e turistas.

Ver galeria . 9 Fotos Chafariz do PilarPrefeitura de Ouro Preto
Chafariz do Pilar (foto: Prefeitura de Ouro Preto )


Veja a lista dos monumentos que serão restaurados:

Chafariz Alto da Cruz

Chafariz Caminho das Lajes

Chafariz da Barra

Chafariz da Coluna

Chafariz da Glória

Chafariz da Rua Alvarenga

Chafariz da Rua Barão de Ouro Branco

Chafariz de Ferro do Marambaia

Chafariz da Rua Dr. Cláudio de Lima

Chafariz de Ferro do Morro São Sebastião

Chafariz do Adro da Igr. Bom Jesus de Matosinhos

Chafariz do Beco da Canastra

Chafariz do Largo Frei Vicente Botelho

Chafariz do Largo Marília de Dirceu

Chafariz do Museu da Inconfidência

Chafariz do Passo de Antônio Dias

Chafariz do Pilar

Chafariz do Quartel ou dos Cavalos

Chafariz do Rosário

Chafariz do Santuário Nossa Senhora da Conceição

Chafariz do Sobrado das Lajes

Ruínas do Chafariz do Jardim Botânico

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade