Publicidade

Estado de Minas

Guia detalha os parques estaduais de MG para estudantes e turistas

A publicação, de 256 páginas, traz informações sobre 16 unidades de conservação e dois monumentos naturais distribuídos pelas diversas regiões do estado


postado em 16/12/2014 06:00 / atualizado em 16/12/2014 07:23

Primos, Vinícios e Robson ficaram encantados com a Serra do Rola-Moça(foto: GLADYSTON RODRIGUES/EM/D.A PRESS )
Primos, Vinícios e Robson ficaram encantados com a Serra do Rola-Moça (foto: GLADYSTON RODRIGUES/EM/D.A PRESS )

As montanhas cobertas do verde pós-chuva, numa paisagem quase infinita, seduziram os primos Robson Costa, de 18 anos, morador de Sarzedo, na Grande BH, e Vinícios Silva Costa, de 19, que veio de Itabira, na Região Central, para curtir a folga na capital. Dispostos a apreciar a natureza, os dois saíram de moto com destino certo: Parque Estadual da Serra do Rola-Moça, com biodiversidade atraente para pesquisadores, estudantes e, principalmente, turistas. “Aqui é muito bonito, dá vontade de conhecer outros lugares e de preservar sempre o meio ambiente”, disse Robson. Exatamente para atender visitantes, armazenar conhecimento e garantir a preservação, foi lançado, nessa segunda-feira, em BH, o Guia turístico dos parques estaduais de Minas Gerais, fruto da parceria entre o Ministério Público (MP) e o Instituto Estadual de Florestas (IEF).

A publicação com 256 páginas contempla, de forma inédita no país, 16 unidades de conservação e dois monumentos naturais distribuídos pelas diversas regiões do estado: estão detalhados do Parque Estadual do Biribiri, em Diamantina, no Vale do Jequitinhonha, ao do Ibitipoca, na Zona da Mata, passando pelo Rio Doce, no Vale do Aço. Segundo o coordenador do Centro Operacional do Meio Ambiente (Caoma) do MP, promotor Carlos Eduardo Ferreira Pinto, o objetivo fundamental é conscientizar a população e despertar a vontade de conhecer as unidades de conservação. “E queremos que todos tenham ótimo lazer”, acrescentou.

“Este estado é muito rico em belezas naturais, fauna, flora, enfim, toda a biodiversidade. Então, quanto mais se conhece, mais se protege. Vamos estimular os mineiros e brasileiros a visitar os parques estaduais mineiros. A edição ficou de excelente qualidade, e eu mesmo quero conhecer mais uns três parques nos quais ainda não estive”, disse Carlos Eduardo. Ele explicou que o guia foi possível graças a um termo de ajustamento de conduta (TAC) firmado com uma mineradora, que cumpriu medida compensatória.

ROTAS
Também satisfeito, o diretor de Áreas Protegidas do IEF, Henri Collet, destacou a relevância do guia como forma de divulgação do patrimônio mineiro. “Há muitas informações sobre os parques e também sobre as 91 unidades de conservação em Minas, como areas de preservação ambiental (APA), reservas biológicas e monumentos naturais, incluindo mapas e indicação das estradas de acesso. Com tiragem de 10 mil exemplares e tamanho 60cm por 75cm, o guia está disponível no endereço eletrônico http://www.edhorizonte.com.br/guiaparquesmg/ e poderá ser obtido gratuitamente em casa, bastando o interessado pagar a taxa dos correios.

Olhando a paisagem, no início da tarde, os primos Robson e Vinícios não pouparam elogios ao Parque Estadual da Serra do Rola-Moça. E ficaram ansiosos para obter o guia. “Um bom roteiro facilita muito a vida da gente. Boas informações representam ganho de tempo e orientam sobre trilhas”, afirmou Vinícios, que, em breve, pretende visitar a Mata do Limoeiro, no distrito de Ipoema. “É em Itabira, onde moro, mas ainda não conheço”, disse o jovem.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade