Publicidade

Estado de Minas FÉ NO TERÇO DOS HOMENS

Milhares de católicos sobem a pé curvas da Serra da Piedade

Fiéis lotaram a Praça Cardeal Mota para assistir missa


postado em 31/08/2014 00:12 / atualizado em 31/08/2014 07:50

(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press)
(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press)


Em meio à neblina, milhares de católicos subiram a pé na manhã de ontem as curvas da Serra da Piedade, em Caeté, na Grande BH. A primeira edição da Peregrinação do Terço dos Homens ao Santuário de Nossa Senhora da Piedade, que buscou reunir grupos de homens que se encontram periodicamente para rezar o terço, teve a participação de muitas mulheres. Lá no alto, os fiéis lotaram a Praça Cardeal Mota para assistir a uma missa a céu aberto celebrada pelo arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo.

A serra estava envolta por uma “cortina” branca quando, por volta das 8h, a romaria começou. Alguns peregrinos caminhavam com o terço nas mãos, recitando orações. Cerca de 8 mil pessoas participaram da caminhada, segundo a Arquidiocese de Belo Horizonte. Mais de 130 grupos de homens dedicados a rezar o rosário estavam representados. A maioria vinha de cidades próximas à capital, como Lagoa Santa, Jaboticatubas e Sabará. Os 80 integrantes do grupo chamado Comunidade Santa Rita de Cássia, ligado à Paróquia Santo Agostinho, em Contagem, na Grande BH, se reúnem às terças-feiras para rezar o terço. Da peregrinação de ontem participaram 34 membros, segundo o auxiliar administrativo Giovani Santos, de 41 anos. “É muito bacana ver tanta gente com o mesmo pensamento. Estamos unidos em prol de Nossa Senhora e da oração”, disse.

O evento contou não só com a participação de adultos, mas também de adolescentes. César Luis Costa, de 14, visitava o santuário pela primeira vez. “A tecnologia faz muitas jovens preferirem ficar em casa, mas é importante ir à igreja”, ressaltou. “O Terço dos Homens é um movimento crescente, com uma força evangelizadora muito grande. Temos tido muitos conversões”, disse dom Walmor.

Padre Eustáquio

Na noite de ontem, dom Walmor presidiria também uma missa durante a qual seria elevado a santuário a Paróquia Sagrados Corações, conhecida como Igreja de Padre Eustáquio, no bairro homônimo, na Região Noroeste da capital. O Santuário Arquidiocesano da Saúde e da Paz foi assim batizado em homenagem a Padre Eustáquio, que saudava os fiéis com votos de “saúde e paz”, segundo a Arquidiocese de BH.

A missa é uma das atividades da Festa do Bem-Aventurado Eustáquio, que começou na noite de sexta-feira e continua hoje, quando devem ocorrer três missas. Uma procissão com a imagem do Padre Eustáquio está marcada para começar às 10h. A elevação a santuário “retoma a herança espiritual e humana de Padre Eustáquio”, afirma dom Walmor.


Publicidade