UAI
Publicidade

Estado de Minas

Helicóptero de atendimento aeromédico chega a Minas Gerais

A aeronave é a primeira das seis adquiridas pelo Governo de Minas. Os helicópteros serão usadas na Copa do Mundo e depois vão integrar o serviço no estado


postado em 29/05/2014 16:25

O EC 145 tem capacidade para até dez pessoas, sendo um piloto, um co-piloto e oito passageiros(foto: Reprodução/ Agência Minas)
O EC 145 tem capacidade para até dez pessoas, sendo um piloto, um co-piloto e oito passageiros (foto: Reprodução/ Agência Minas)

O primeiro helicóptero, dos seis adquiridos pelo Governo de Minas para o atendimento aeromédico no estado, foi entregue nesta quinta-feira. A aeronave será utilizada na Copa do Mundo para transportar pacientes mais graves e depois será integrada ao serviço aeromédico criado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) e pelo Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais. Ao todo, foram investidos aproximadamente R$ 35 milhões para a compra da veículo.

O EC 145 tem capacidade para até dez pessoas (1 piloto, 1 co-piloto e 8 passageiros). Na configuração aeromédica, a aeronave tem capacidade para transportar duas macas com dois pacientes, médico, enfermeiro, tripulante operacional dos Bombeiros, um piloto e um co-piloto. O helicóptero está equipado com o mais moderno kit aeromédico disponível no mercado mundial, utilizado pelos maiores operadores do segmento de saúde nos Estados Unidos e Europa.

Entre os sistemas instalados na aeronave estão equipamentos de tecnologia avançada, dispositivo para rapel, duplo comando, farol de busca e pouso, sistema de diminuição de ruídos e sistema automático de controle de voo. Também foram realizados pelas equipes brasileiras da Helibrás os ensaios de voo na pista da empresa.

Além do atendimento inter-hospitalar, a aeronave será destinada ao atendimento primário e secundário e é totalmente equipado para prover Suporte Avançado de Vida, além de transporte de órgãos e tecidos para transplantes e apoio à Força Estadual de Saúde em casos de catástrofes no território mineiro.

O helicóptero será tripulado por Bombeiros do Batalhão de Operações Aéreas e por uma equipe médica do Samu, que permanece de plantão no hangar para agilizar os atendimentos. Para operar o EC-145, os pilotos passaram por um treinamento com padrão internacional. A aeronave irá reforçar a frota ao lado dos dois helicópteros Arcanjo que atendem às emergências em todo o Estado e de um avião Cessna usado em diversas missões.

Caminhão Regulador

lém do helicóptero, o governo também recebeu a Unidade Móvel de Regulação. O caminhão, totalmente adaptado, irá permitir a comunicação entre o local do acidente (evento com múltiplas vítimas), hospitais, centrais operativas do Serviço Médico de Urgência (SAM) e outros serviços de urgência e emergência.

O veículo será utilizado como centro de coordenação e regulação móvel em saúde para utilização em situações de emergência e/ou desastres e calamidades públicas e em grandes eventos como a Copa do Mundo ou para atuar em eventos catastróficos, desastres ou situações de múltiplas vítimas. Adaptado com sistemas de radiocomunicação e de dados, o veículo terá 14 rádios portáteis, mas terá capacidade de até 40 rádios com carregadores para todos eles.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade