Publicidade

Estado de Minas

Jovens descobrem traição de bandido na delegacia

Namoradas de um dos membros de uma quadrilha especializada em explosão de caixas eletrônicos descobrem traição ao visitar o suspeito na delegacia.


postado em 07/04/2013 06:00 / atualizado em 07/04/2013 08:14

Não foi a malandragem nem a cara de pau dos bandidos que surpreenderam os policiais do Departamento Estadual de Operações Especiais (Deoesp) ontem, durante a prisão da quadrilha especializada em explosão de caixas eletrônicos. O que mais chamou a atenção da corporação foi a presença de duas mulheres, uma loira e uma morena, na delegacia.

As duas são namoradas de um dos homens presos, conhecido como Paulista. Elas se conheceram ontem, quando foram visitar o homem, de 30 anos, no Deoesp. “Achava que eu era a única na vida dele”, disse a loira, surpresa com a traição. Mas, em vez de partirem para tapas e xingamentos, como apostavam muitos ali, as duas se uniram e passaram a comparar o que já ganharam de presente de Paulista.

“Ganhamos o mesmo ovo de Páscoa”, contou a morena. Elas desvendaram o mistério que nem mesmo os policiais conseguiram descobrir: ele namorava uma na parte da tarde e outra à noite. Conformadas com a situação, elas garantiram que só sairiam dali quando o jovem decidisse com qual ficaria. “Homem vai trair mesmo. Não tem jeito”, justificou a morena.


Publicidade