Publicidade

Estado de Minas

Presépio anuncia o Natal na Catedral Cristo Rei

Figuras sagradas estão expostas para visitação no terreno da futura Catedral Cristo Rei, na Avenida Cristiano Machado


postado em 26/11/2012 07:06 / atualizado em 26/11/2012 07:59

(foto: Beto Novaes/EM/D.A Press. )
(foto: Beto Novaes/EM/D.A Press. )

Tarde chuvosa e também de orações e fé. A Arquidiocese de Belo Horizonte deu início, na tarde de ontem, às celebrações do nascimento de Jesus com a inauguração de um presépio no terreno da futura Catedral Cristo Rei, na Avenida Cristiano Machado, em frente à Estação Vilarinho, na Região Norte de Belo Horizonte. Ao abençoar a manjedoura feita de madeira e bambu, com as figuras sagradas, reis magos e animais, o arcebispo metropolitano dom Walmor Oliveira de Azevedo lembrou que o presépio mostra a grandeza do Natal. “É um convite para fortalecermos nossos passos, esforços, esperança e trabalho.”

Dom Walmor disse que o presépio, montado pela primeira vez no terreno da catedral, reforça o compromisso de todos na construção do templo projetado por Oscar Niemeyer. “A expectativa é de que as obras comecem entre fevereiro e março. Mantemos a campanha ‘Faço parte’ para arrecadar recursos (www.facoparte.com) e queremos o envolvimento e participação dos católicos”, disse o arcebispo. A Cúria já tem em caixa 17% dos R$ 100 milhões necessários para as seis etapas e ainda está na dependência da aprovação, pela prefeitura, do licenciamento para a edificação.

Logo na entrada do terreno, as várias comunidades católicas foram recebidas com uma frase simbólica: “Belém é aqui”. Logo depois, encontraram um caminho ladeado por vasos de plantas, um poço e um pilão até chegar à estrutura projetada pela arquiteta da arquidiocese Daniela Duarte de Freitas Oliveira. Ao lado do filho Marcelo, de 7 anos, o casal Paulo Roberto e Maria Rosilene Antunes, ambos servidores públicos e moradores do Bairro Etelvina Carneiro, acompanhou a recitação do terço e gostou do que viu. “Estamos emocionados. O presépio ficou simples e bonito, menos formal do que os outros. Este lugar é de fácil acesso e pudemos encontrar o arcebispo”, disse Maria Rosilene, que é ministra da eucaristia.

TRADIÇÃO

A aposentada Maria da Conceição dos Santos Vieira veio de Confins, na Grande BH, e trouxe a sobrinha Maria Eduarda, de 6. “O presépio traz muita paz. Em casa, temos o costume de fazer e é sempre motivo de alegria, pois reunimos toda a família”, afirmou. O primeiro cenário recriando o nascimento de Jesus foi montado em 1223 por São Francisco de Assis. Naquele ano, na cidade de Greccio (Itália), ele decidiu celebrar a missa de Natal entre o boi e o jumento, pois queria ver “com os olhos do corpo”, de acordo com os estudiosos, como o Menino Jesus foi deitado na manjedoura. Esse acontecimento foi a inspiração para, mais tarde, o Natal ser representado dessa forma, segundo o arcebispo. A partir de sexta-feira, sempre às 19h, haverá novena de Natal no local.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade