UAI
Publicidade

Estado de Minas

Tradicional Santo Bando é cancelado na capital

Autoridades restringiram a festa a 3,5 mil pessoas e os organizadores decidiram cancelar


postado em 09/02/2012 06:00 / atualizado em 09/02/2012 07:19

(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
 

O tradicional desfile do Santo Bando, bloco carnavalesco organizado por moradores do Bairro Santo Antônio, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, não vai sair às ruas neste ano. A decisão de não realizar a festa foi tomada pela diretoria do grupo diante de exigências dos órgãos de segurança pública e do Ministério Público de Minas Gerais, classificadas por eles como rigorosas demais. Na lista de recomendações feitas pelo MPE, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar, estão regras como o cercamento da área da festa, em ruas do bairro, e a limitação de 3,5 mil participantes.

De acordo com o vice-presidente do Santo Bando, Nilo Marciano de Oliveira, as medidas soam como burocracia. Ele afirma que não foi possível chegar a um acordo quanto ao projeto de prevenção de acidentes definido para o evento, uma vez que havia divergências entre as recomendações do Ministério Público e as determinações operacionais da Polícia Militar, BHTrans e do Corpo de Bombeiros.

“O MP exigiu que a área fosse cercada com grades, enquanto o Corpo de Bombeiros acha a medida inviável. Também teríamos que ficar responsáveis pelo fechamento da rua e pela contagem das 3,5 mil pessoas, o que seria impossível”, disse. Segundo ele, a festa contou com um público de quase 8 mil pessoas na última edição. “Quem ficasse de for a, não ficaria satisfeito”. Para ele, “o Santo Bando foi vítima de seu próprio sucesso”. E faz uma crítica à cidade: “Belo Horizonte quer sediar grandes eventos, mas não se entende quanto à realização de um simples carnaval de rua”.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade