Publicidade

Estado de Minas Criatividade

Arte que vira moda


13/06/2021 04:00

Desenhos de crianças do Morro das Pedras sobre atividades virtuais na pandemia viram estampas para figurinos (foto: Fotos:Divulgação)
Desenhos de crianças do Morro das Pedras sobre atividades virtuais na pandemia viram estampas para figurinos (foto: Fotos:Divulgação)
As crianças da Escola de Artes Instituto Unimed-BH criaram desenhos que serão usados para estampar seus figurinos na apresentação do balé durante o E-Festival, evento cultural on-line que integra o projeto Somos Comunidade. A ideia da estamparia partiu da designer e figurinista Priscila Gouthier, depois que viu os desenhos das 31 crianças que participam do curso de balé on-line.

Tudo começou quando a designer de joias e accessórios Priscila Gouthier, responsável pela oficina de figurinos, pediu às alunas de 6 a 8 anos, que integram a turma do Balé PC1 da Escola de Artes, que desenhassem o que as aulas de balé virtuais e a escola significavam na vida de cada uma delas neste momento de isolamento social por causa da pandemia.

“A intenção é que as crianças representassem em desenho como a escola das artes transforma e influencia a vida de cada uma, e como está sendo a experiência de fazer as aulas de balé on-line. O resultado foi muito bom, recebemos desenhos fofos, e decidimos transformá-los em estampa para usar no figurino que elas usarão na edição virtual do festival. Aproveitamos e estampamos também o lenço dos coralistas. É uma forma de valorizar o trabalho das meninas e tornar a experiência ainda mais marcante”, conta Priscila.

O trabalho realizado por Priscila faz parte da etapa de formação do Somos Comunidade, projeto idealizado pelo Instituto Unimed-BH e produzido pela Coreto Cultural, que tem atuação junto aos moradores da Comunidade do Morro das Pedras, em Belo Horizonte, onde está localizada a Escola de Artes. Nesta etapa, estão sendo feitas cinco oficinas formativas em áreas ligadas à cultura e economia criativa. São elas: grafite, fotografia, vídeo, figurino e produção de eventos.

Por meio da escuta da comunidade, foi definido que a memória e os personagens do Morro das Pedras (MDP) seriam fios condutores para as temáticas das oficinas ministradas e que o resultado dessas atividades seria utilizado na construção do E-Festival, documentário-espetáculo que contará histórias da Escola de Artes Instituto Unimed-BH e das sete vilas do MDP. Dessa forma, os produtos das oficinas, como desenhos e fotos, estarão impressos como estampas em figurinos e afixados como cenários em murais de locações de gravação. Os vídeos das oficinas também serão utilizados como cenário virtual (projeção) e incluídos como conteúdo no roteiro da programação. Já os alunos que alcançarem maior destaque na oficina de produção farão parte da equipe principal do E-festival, somando experiência e portfólio para trabalhos futuros.

Como nas edições anteriores, o Festival Somos Comunidade, edição virtual, vai contar com a participação de artistas de renome nacional, coletivos e grupos de Belo Horizonte, visando proporcionar um intercâmbio entre profissionais e amadores, completando o ciclo de ativação da inteligência coletiva da comunidade e seu aproveitamento em todas as etapas do projeto. O conteúdo produzido pelos alunos das oficinas em ruas, vielas e espaços comunitários do MDP ficará disponível em plataformas digitais.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade