Publicidade

Estado de Minas BRIEFING

FUTEBOL DE RESULTADO


postado em 03/11/2019 04:00 / atualizado em 31/10/2019 16:28


 
Qual boleiro não conhece a expressão "A bola não entra por acaso", título do livro de Ferran Soriano, Geo do Manchester City e ex-vice-presidente do Barcelona? Ele narra o trabalho realizado para transformar o clube espanhol em potência global do futebol. E qual marqueteiro, em algum momento, não tenha recorrido à expressão para exemplificar que é preciso muita transpiração para obter sucesso em qualquer segmento, especialmente no complexo mundo da bola? E eis que enquanto clubes do rico Sudeste afundam em crises, principalmente mineiros e cariocas, o Nordeste anuncia a primeira edição da Conferência de Futebol do Nordeste (CONFUT), marcada para os próximos dias 7 e 8 de novembro, em Recife, exatamente para transformar o futebol da região em produto mais atraente para o consumidor e rentável para as mídias e seus investidores. 

REFLEXÃO 
O Confut Nordeste, como tem sido chamado, tem como objetivo fomentar o debate, incentivar as boas práticas e contribuir para a profissionalização do esporte. A meta, entretanto, é fazer do futebol nordeste um grande negócio, sustentável, para fazer frente à "colonização" imposta pelo Sudeste. A região reúne importantes clubes da história nacional, mas que não conseguem se manter na Séries A e B do Brasileirão. O evento vai reunir importantes nomes nacionais, e o debate deve se aprofundar sobre a profissionalização do futebol no Nordeste. 

PROFISSIONALIZAÇÃO X PROVINCIONISMO 
O sucesso da Copa do Nordeste e Copa Verde reafirma a viabilidade do futebol na região. E, agora, o desafio é dar sustentabilidade a esse produto, melhorando sua qualidade. Isso, porém, passa pela transformação cultural dos clubes, adotando conceitos de negócios sustentáveis. Só assim o futebol de lá irá atrair investidores em sua cadeia produtiva, para que possa concorrer com produtos oferecidos pela mídia do Sudeste. E parece que passar por esse processo é exatamente o que está faltando aos gigantes Atlético e Cruzeiro. Afinal, a dupla mineira já são marcas globais, bem à frente dos clubes nordestinos. Porém, vivem sob o estigma de gestões provincianas, consequentemente amargando resultados esportivos e administrativos cada vez mais parecido com o que o Nordeste quer mudar. 

UNIMED-BH E CALMA CLIMA 
A Unimed-BH se juntou, novamente, ao Calma Clima, grupo de corrida da capital mineira, para fechar o Outubro Rosa, mês da conscientização sobre o câncer de mama, em alto estilo. Na última quinta-feira, o grupo promoveu o Grita Calma Outubro Rosa, projeto que consiste em bate-papo sobre corrida, saúde, vivências, cidade, arte e natureza, seguido da corrida com percurso surpresa. O bate-papo teve a participação da ultramaratonista, farmacêutica, mãe de quatro filhos e primeiro lugar geral da prova Caminhos de Rosa (160 km), Cida Cunha, a neurologista pediátrica, cooperada Unimed-BH e ex-fisioculturista, Susana Satuf, e uma das 
organizadoras do Calma, Brígida Matos. 

FESTIVAL GASTRONOMIA
Conhecido como o maior festival gastronômico do país, realizado em outras 14 cidades, a 19ª edição mineira do Restaurant Week está de volta a Belo Horizonte. Até 24 de novembro, o evento oferece o melhor da gastronomia com entrada, prato principal e sobremesa por R$43,90 no almoço e R$54,90 no jantar. Também será uma oportunidade de fazer o bem, pois a doação de R$1,00 adicionado à conta irá beneficiar as crianças assistidas pela Associação Mineira de Reabilitação (AMR). A última edição em BH rendeu mais de 40 mil menus vendidos entre os restaurantes. A expectativa dos organizadores para 2019 é de faturamento superior a R$ 3,5 milhões, o que representa 35% de aumento médio nas vendas para os estabelecimentos participantes.

FECOMÉRCIO EM CONEXÃO 
Com o tema "O futuro é agora! Impulsione o seu negócio!", o projeto Fecomércio Conexão reúne, dia 12 de novembro, um time de especialistas para ministrar palestras e oficinas sobre as melhores práticas e o uso inovador das redes sociais da companhia (o que inclui o Instagram). O encontro gratuito, no Sesc Palladium, no centro de Belo Horizonte, será o nono e último do ciclo de palestras e minicursos mensais promovido pelo "Fecomércio em Conexão". As inscrições devem ser feitas pelo site do Sympla. Ao acessar a página, os interessados podem escolher participar das atividades no turno da manhã, da tarde ou durante os dois momentos. A presença no evento está sujeita à doação de produtos de higiene pessoal ou fralda geriátrica, que deverão ser entregues no dia do evento, no Sesc Palladium.

SEMANA HIP HOP 
Celebração da cultura juvenil e urbana, O evento é promovido pelo Fórum do Hip Hop de Belo Horizonte, em parceria com a Prefeitura de Belo Horizonte, e acontece de 12 a 18 de novembro. Visando evidenciar novas práticas coletivas na cidade, fomentar a ocupação cultural dos espaços públicos e dar visibilidade aos elementos da cultura Hip Hop em todos os seus estilos e variações, a Semana Hip Hop 2019 se inicia no Dia Municipal do Hip Hop, 12 de novembro, na Câmara Municipal de Belo Horizonte, com a entrega do título de Honra ao Mérito aos integrantes do Hip Hop de Belo Horizonte. Mais informações no Instagram: @semanahiphopbh

PALESTRA MAGNA GRATUITA 
O Chanceler da Estácio Henrique Sartori realiza Palestra Magna em Belo Horizonte, na abertura do V Seminário de Pesquisa e Extensão do Centro Universitário Estácio, dia 9 de novembro. Sartori, ex-ministro substituto e secretário Executivo do Ministério da Educação, assumiu em 2019 a posição de Executivo na Estácio. Com o título "Os desafios do ensino, pesquisa e extensão no Século XXI", a palestra abordará o caminho das universidades inseridas nas sociedades atuais. Após o evento, haverá apresentação dos trabalhos inscritos no Seminário. O evento é gratuito e aberto para toda a comunidade acadêmica e demais interessados. Inscrições limitadas pelo site: https://www.sympla.com.br/v-seminario-de-pesquisa-de-extensao---estacio-bh__659370

NEGRAS NA PUBLICIDADE 
Os comerciais brasileiros nunca tiveram tantas mulheres negras como protagonistas como agora. A sétima onda do estudo "Todos - Uma Análise de representatividade na publicidade brasileira -"realizado periodicamente pela agência Heads, sinaliza uma maior preocupação do mercado publicitário em relação à questão da representatividade. Ainda assim, em comparação com a realidade da população brasileira, a diversidade racial na propaganda ainda tem muito a evoluir. A atual etapa do estudo, que monitorou 2.149 comerciais exibidos na TV aberta e fechada de 23 a 29 de julho de 2018, foi destaque a presença de mulheres negras - tanto celebridades como anônimas - em posições destacadas nos filmes publicitários. De acordo com o estudo, 25% das protagonistas dos comerciais analisados são negras. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade