Publicidade

Estado de Minas EDUCAÇÃO

As 5 startups que estão inovando a educação em Minas


postado em 08/07/2016 10:58 / atualizado em 11/07/2016 09:55

Quando falamos em startups, logo vem à mente uma ideia relacionada à tecnologia e inovação. Por outro lado, toda essa criatividade também tem a ver com responsabilidade, o que significa apresentar um impacto positivo na sociedade, especialmente em uma das áreas mais sensíveis no Brasil: a educação. Vamos apresentar agora uma lista de cinco startups mineiras com soluções inovadoras de educação para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e que possuem potencial para transformar positivamente o aprendizado de milhões de brasileiros, confira:

1. Percurso Pré-vestibular e Enem Online

O Percurso é uma plataforma online de educação, baseada na aprendizagem adaptativa, em personalização, corpo docente experiente e no uso intensivo de tecnologias para preparar o aluno para o ENEM e os principais vestibulares do país. Com pouco mais de um ano de vida, o cursinho online Percurso já conta com milhares de assinantes de todo o Brasil.

Rafael Ribeiro, idealizador do Percurso: alta qualidade aliada a baixo custo para o estudante.(foto: Gabriela Fillipo)
Rafael Ribeiro, idealizador do Percurso: alta qualidade aliada a baixo custo para o estudante. (foto: Gabriela Fillipo)

"Nossa proposta é simples, oferecer um pré-vestibular completo de alta qualidade com um preço menor que um real por dia." explica Rafael Ribeiro, idealizador da ideia e empresário de educação. Compatível com computadores, celulares, TVs e até mesmo consoles de videogame, o Percurso oferece aulas com transmissão ao vivo seis dias por semana com mais de 20 professores, uma biblioteca com 1.200 aulas, milhares de exercícios, quatro correções de redação por mês e simulados para os seus estudantes. "Tivemos  muitas aprovações nas universidades e cursos mais concorridos no país, como medicina, por exemplo. Se o aluno dedicar, ele vai ter a sua disposição toda a estrutura de um cursinho de primeira linha na palma da sua mão" conclui Rafael.

Interface da plataforma do Percurso: compatível com celulares, tablets, TVs e videogames.(foto: Divulgação)
Interface da plataforma do Percurso: compatível com celulares, tablets, TVs e videogames. (foto: Divulgação)
 

Mais informações: www.epercurso.com.br

2. AppProva

AppProva foi criado em 2012 e é o veterano dessa lista. Ele é um aplicativo gratuito para celular, que já ajudou mais de 1 milhão de estudantes na preparação para o ENEM e vestibulares em todo o Brasil. A ideia dele é criar um ambiente lúdico e desafiador, onde eles possam estudar, mas com uma sensação mais leve do que as formas tradicionais. Hoje a plataforma conta com mais de 35 mil questões disponíveis – inclusive com questões inéditas elaboradas pela equipe pedagógica do AppProva. A partir das respostas geradas, o aplicativo aponta para cada aluno quais são os conteúdos mais defasados e sugere onde deve-se estudar mais e focar suas atenções. Além de ajudar os estudantes, o AppProva ajuda as escolas a acompanhar o desempenho dos seus alunos. Os professores podem criar simulados e analisar os resultados pela plataforma. Assim, é possível focar nos conteúdos que os alunos apresentam as maiores dificuldades e trabalhá-los em sala de aula. Disponível nas versões WEB, IOS e Android.

AppProva: mais de meio milhão de donwloads.(foto: Divulgação)
AppProva: mais de meio milhão de donwloads. (foto: Divulgação)

Mais informações: www.appprova.com.br

3. Terra Negra

Criada por um grupo de professores, o Terra Negra é a uma nova visão da educação ensinada fora de sala de aula. Utilizando as redes sociais, podcasts, drones e a multimídia, o grupo faz expedições de campo e demonstra de forma interdisciplinar os conteúdos ensinados no ensino médio. Tudo é registrado em vídeo e imagens e disponibilizado gratuitamente no YouTube. Sua última expedição foi realizada no cerrado brasileiro e produziu dezenas de aulas nas áreas de Biologia, Geografia, História e Literatura em 8 mil km percorridos. "Nosso próximo desafio será em Israel, onde vamos mostrar toda a beleza e complexidade de um dos berços da cultura ocidental" explica Vitor Augusto um dos sócios do Terra Negra.

Professores do Terra Negra - expedição em campo aliada as redes sociais, multimídia e drones.(foto: Rafael Carrieri)
Professores do Terra Negra - expedição em campo aliada as redes sociais, multimídia e drones. (foto: Rafael Carrieri)
 

Mais informações e acesso aos vídeos: https://www.facebook.com/TerraNegraBrasil/

4. T'allent Interactive Games

A T'allent é especializada no desenvolvimento de games educacionais e em tecnologias para a plataforma Sony Playstation e smartphones. A startup, que é de Juiz de Fora, entrou na nossa lista devido ao excelente game "Kite-Line Surfers: Desafio Enem". O jogo 3D tem como objetivo é preparar, de forma divertida, estudantes para as áreas do conhecimento do Enem. Ele mescla aventura e desafios, onde o jogador vai acumulando pontos baseado no seu domínio do conhecimento do ensino médio, que servirá de base a um simulador do SISU. Nele o jogador já terá uma prévia se seu conhecimento atual é suficiente para conquistar uma vaga de um curso em uma universidade específica. O jogo é gratuito para baixar, mas para liberar os recursos extras é necessário micropagamentos. Disponível apenas no Google Play para smartphone.

Kite-Line Surfers - app que alia questões e jogo 3D para o aluno garantir sua vaga no curso desejado.(foto: Divulgação)
Kite-Line Surfers - app que alia questões e jogo 3D para o aluno garantir sua vaga no curso desejado. (foto: Divulgação)
 

Mais informações: http://www.tallentigames.com.br/

5. Imaginie

De olho no mercado emergente de correção de redações, a Imaginie é uma interface em que os alunos podem enviar redações nos moldes do ENEM para que professores possam corrigi-los com praticidade e rapidez. O processo é simples, você envia as redações pelo celular, escaneadas ou digitadas no site da empresa e a correção é entregue por e-mail em até três dias úteis. O valor da correção é a partir de R$4,99 por redação. O aluno também acompanha sua performance e evolução.
“Queremos que os alunos passem a enxergar a tecnologia como uma aliada na sala de aula. A partir de agora, as escolas que adotarem o aplicativo para a correção das redações ganharão mais recursos para organizar as informações e melhorar o desempenho de seus alunos, além de ferramentas pedagógicas estratégicas para posicionar melhor suas instituições no ENEM”, comenta Daniel Machado, CEO e fundador da Imaginie.

App de correção de redação para o Enem. (foto: Divulgação)
App de correção de redação para o Enem. (foto: Divulgação)

O Imaginie possui versões para iOS e Android e já está disponível para download gratuito no Google Play e na App Store.

Mais informações: http://www.imaginie.com

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade