Publicidade

Estado de Minas

Olimpíada Brasileira de Matemática está com inscrições abertas até 15 de março

Escolas públicas e privadas são premiadas separadamente na competição


postado em 18/02/2019 15:02 / atualizado em 18/02/2019 15:15

Olimpíada Brasileira de Matemática está com inscrições abertas até 15 março(foto: Educa Mais Brasil)
Olimpíada Brasileira de Matemática está com inscrições abertas até 15 março (foto: Educa Mais Brasil)

A 15ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) está com inscrições abertas até 15 de março. Podem participar os alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e Médio. A inscrição é realizada pelas próprias instituições de ensino, que devem preencher a ficha disponibilizada exclusivamente na página da Obmep. Estudantes de escolas privadas também podem participar.


Os candidatos devem superar as duas etapas: a primeira, em 21 de maio, e a segunda, em 28 de setembro. As provas são aplicadas em três níveis, segmentados de acordo com a escolaridade: nível 1 (sexto e sétimo anos), nível 2 (oitavo e nono anos) e nível 3 (qualquer ano do ensino médio). Apesar do nome, a competição permite que escolas privadas também inscrevam os respectivos alunos. 


Em 2018, cerca de 99,4% dos municípios brasileiros foram representados por meio de 18,2 milhões de estudantes. Destes, 24 estavam matriculados no Colégio Americano, com oito inscritos em cada nível. A Obmep traz mais visibilidade e prestígio à disciplina, o que incentiva os estudantes, na opinião da pedagoga Andressa Dias Nunes Magalhães. "O estudo da Matemática desenvolve habilidades e competências que são imprescindíveis ao longo da vida. Por isso, a escola trabalha com seus alunos proporcionando aplicabilidade e significação dos conteúdos abordados", defende a profissional, que atua no Ensino Fundamental II e no Ensino Médio. 


A instituição de ensino participou pela segunda vez consecutiva. Para preparar bem os competidores e estimular o aprendizado dos demais estudantes, existem iniciativas como a Olimpíada Interna do Colégio Americano (OINCA), "idealizada tanto para intensificar o preparo dos alunos, como para desmistificar que a Matemática e muito difícil e entediante", explica a educadora. 


Neste caso, as questões são aplicadas no formato da Obmep e os alunos também contam com o suporte de parte da equipe da escola. "Está sendo oferecido apoio dos professores de Matemática, com momentos de estudos direcionados. Há também suporte da equipe pedagógica e administrativa, com a utilização de estratégias de premiação para os alunos destaques", comenta. 


Premiações


Os vencedores das escolas públicas e privadas são premiados separadamente e, nesta edição, serão conhecidos em 03 de dezembro. Quem receber medalhas garantem o ingresso em programas de iniciação científica. Segundo a organização, serão 6,5 mil medalhas – 500 de ouro, 1,5 mil de prata e 4,5 mil de bronze. Além disso, serão até 46,2 mil Menções Honrosas. Nas escolas particulares, serão receberão 975 medalhas (75 ouros, 225 pratas e 675 bronzes) e até 5.700 certificados de Menção Honrosa.


Realizado desde 2005 pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada com o suporte da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), a Obmep recebe recursos do Ministério da Educação e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade