Publicidade

Estado de Minas

Graduação em Psicopedagogia foca na aprendizagem de crianças a adultos

Há pouco tempo, curso era ofertado apenas como pós-graduação


postado em 15/01/2019 17:04

Graduação em Psicopedagogia foca na aprendizagem de crianças a adultos(foto: Educa Mais Brasil)
Graduação em Psicopedagogia foca na aprendizagem de crianças a adultos (foto: Educa Mais Brasil)

Estudar e aprender nem sempre são processos tão orgânicos quanto parecem e, para quem tem limitações pessoais ou não se adequam às metodologias de ensino, os processos podem trazer sérios problemas emocionais. Por isso, existem formações específicas que são interdisciplinares e visam minimizar as dificuldades de aprendizagem em diversas faixas etárias. Um exemplo é a Psicopedagogia, que há pouco tempo passou a ser ofertada como graduação e alia os saberes das Ciências Humanas e Ciências da Saúde. 


"Pensar uma proposta pedagógica diferenciada para alunos que tenham algum problema de aprendizagem é um grande desafio. Aliado a isso, a grade curricular focará também no âmbito institucional da área, auxiliando nas estratégias de contratação e promoção de pessoal, bem como orientação de carreira e colaboração em programas de reorientação profissional", detalha o professor Edinaldo Neves, que atua como coordenador do curso de Psicopedagogia do Centro Universitário Jorge Amado (Unijorge). 


A graduação é ofertada na forma de Bacharelado e dura, em média, quatro anos. A carga horária total é de 3.656 horas distribuídas entre as disciplinas obrigatórias (3.256h), estágio (300h) e atividades complementares (100h). O curso alia em especial a Psicologia e a Pedagogia. Por isso, a grade curricular inclui disciplinas como Fundamentos da Educação; Neurociência Educacional; Processos de Ensino e Aprendizagem em Pedagogia; Psicanálise Aplicada à Psicopedagogia; Ludicidade e Linguagem; Fonética e Fonologia; Psicomotricidade e Aquisição das Linguagens, entre diversas outras.


Segundo a doutora em Educação pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e especialista em Docência para o Ensino Superior, Tatiane de Lucena Lima, a Psicopedagogia "amplia a profissionalização das equipes escolares, trazendo novas práticas embaladas em estudos científicos para melhoria da realidade educacional, já que é uma prática importante junto a pessoas com dificuldade de aprendizagem". Como consequência, há a profissionalização das equipes escolares e a contribuição com práticas inovadoras respaldadas por estudos científicos para a melhoria da realidade educacional. 


Apesar de estar mais associado às instituições de ensino, o psicopedagogo também pode atuar em outros ambientes. "Há uma demanda de mercado para atuar em espaços escolares, não escolares, organizações e em clínicas psicológicas, visando promoção da aprendizagem e do crescimento do sujeito", sinaliza Lima, que também atua como coordenadora de Pedagogia em cursos presenciais e da modalidade de Educação a Distância (EAD).


Faculdade de Psicopedagogia


Atualmente, existe a Associação Brasileira de Psicopedagogia (ABPP) que orienta e recomenda a criação de novos cursos na área. Segundo a ABPP, existe faculdade de Psicopedagogia desde a década de 70 no Brasil e as instituições são regulamentadas pelo Ministério da Educação (MEC), órgão que autoriza o funcionamento dos cursos de pós-graduação e especialização na área. 


Apesar da exigência de carga horária mínima de 360 horas, a pós-graduação em Psicopedagogia dura 600 horas na grande maioria dos cursos, de forma alinhada com as Diretrizes Básicas de Formação de Psicopedagogos no Brasil orientadas pela ABPP.


Bolsa de estudo em Psicopedagogia


Apesar de poucas instituições de ensino ofertarem o curso, é possível estudar Psicopedagogia com bolsa de estudo para a graduação, na modalidade presencial, na Unijorge. Para a pós-graduação, existem bolsas de estudo de até 50% em diversas instituições de ensino do país ofertada por meio do Educa Mais Brasil. 


A pós-graduação permite a matrícula de profissionais que atuem na área em especial, aqueles que têm formação em Pedagogia, Psicologia, Fonoaudiologia ou Licenciatura. As matrículas para o primeiro semestre de 2019 estão abertas. As bolsas de estudo podem ser contratadas no site do Educa Mais e soma mais de 400 mil oportunidades para o ensino superior. Saiba mais em www.educamaisbrasil.com.br.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade