Publicidade

Estado de Minas

Brasil recebe primeiro congresso internacional de Constelação Familiar

Evento acontece em São Paulo e prevê a participação de público de mais de 10 países


postado em 27/11/2018 17:03

Brasil recebe primeiro congresso internacional de Constelação Familiar(foto: Educa Mais Brasil)
Brasil recebe primeiro congresso internacional de Constelação Familiar (foto: Educa Mais Brasil)

Se você nunca ouviu falar em Constelação Familiar precisa rever seus conceitos. Do set terapêutico, a Constelação Familiar tem despertado o interesse de profissionais de diversas áreas que acreditam que as relações humanas podem melhorar o sistema trazendo resultados significativos. Na Psicologia, na Pedagogia, no ambiente empresarial e até no Direito, as contribuições do filósofo alemão Bert Hellinger estão sendo discutidas, aplicadas e aplaudidas em diversos campos do saber. 

 
Interessados na temática têm a oportunidade de participar do 1º Congresso Internacional da Hellingerschule DNA da Constelação Familiar. O encontro acontece em São Paulo, de 6 a 9 de dezembro, no Espaço de Eventos Hakka, no bairro da Liberdade. A Hellingerschule, realizadora do evento, atua no Brasil desde 2016, abordando o tema da Constelação Familiar em amplas áreas da saúde, jurídicas, empresariais, familiares e pessoais. Serão quatro dias de intensa imersão no tema, com previsão de participação de pessoas vindas de mais de 10 países. Palestras com temas diversos e abordagem multidisciplinar contarão com tradução do alemão para português e espanhol


A relação entre a filosofia de Bert Hellinger e o resultado de sua aplicação nas relações humanas, por meio das constelações familiares, estará no centro dos debates. O congresso tem, como presidentes de honra, o filósofo e pedagogo alemão, Bert Hellinger e sua esposa, Sophie Hellinger sendo que a fundadora e diretora da Hellingerschule se apresenta nos quatro dias da programação e representa o marido no evento. Expoentes e especialistas da Hellingerschule estão entre os palestrantes. Outros notáveis expositores como Wolfgang Deusser, Gerhard Walper, Joël Weser, Renato Bertate, Cristina Llaguno, Silvia Souy e Thomas Wittig também são destaques da programação.


Um dos palestrantes é o juiz Sami Stoch que, desde 2012, vem obtendo sucesso grande nas conciliações de processos conduzidos à luz do Direito Sistêmico. Surgido da análise do Direito sob uma ótica baseada nas ordens superiores que regem as relações humanas, segundo a ciência das Constelações Familiares desenvolvida pelo psicoterapeuta e filósofo alemão Bert Hellinger, esta nova forma de atuar tem oxigenado e humanizado o judiciário brasileiro. "Casos considerados muito difíceis passaram a ser resolvidos com algumas técnicas, como meditação, visualização e Constelação Familiar", conta Storch. 


A tradicional forma de lidar com conflitos na Justiça já não é vista como a mais eficiente. Prazos, recursos e as inúmeras páginas de autos processuais podem se tornar desnecessários quando a percepção do problema muda de foco. "Comecei devagarinho. Aos poucos, fui percebendo cada situação e como o conhecimento das constelações podia facilitar o andamento do processo de forma mais harmônica. Testava e comparava a condução de um processo nos modos tradicionais com a condução pautada na filosofia e nas leis de amor e equilíbrio de Bert. Com o Direito Sistêmico, as soluções são mais eficazes", assegura o juiz.

SERVIÇO:

1º Congresso Internacional da Hellingerschule DNA da Constelação Familiar
Data: 6 à 9 de dezembro de 2018 (de quinta-feira à domingo)
Local: Espaço de Eventos Hakka
Endereço: Rua São Joaquim, nº 460, Liberdade, São Paulo/SP
Horário: Consultar programação
Inscrições: https://bit.ly/2ALe2B8
Mais informações: https://congresso.hellinger.com/pt/
Investimento: R$ 3.490. Para alunos da Formação: R$ 3.000 (participação mínima em 1 Módulo da Formação Básica).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade