Publicidade

Estado de Minas

Provas deste domingo foram mais difíceis, avaliam estudantes

Na Fafich, a avaliação da maioria foi de que as provas de Matemática e Ciências da Natureza estavam mais complicadas do que as questões do último domingo


postado em 11/11/2018 16:03 / atualizado em 11/11/2018 16:38

Richard Murilo Ferreira da Silva, de 22 anos, foi o primeiro a sair da prova na Puc Minas(foto: Marcos Vieira/EM/D.A press)
Richard Murilo Ferreira da Silva, de 22 anos, foi o primeiro a sair da prova na Puc Minas (foto: Marcos Vieira/EM/D.A press)
Após terminarem as provas deste domingo em Belo Horizonte, estudantes revelaram ter enfrentado maior dificuldade com relação à semana passada, quando participaram do primeiro dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Na Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal de Minas Gerais (Fafich) a avaliação da maioria foi de que as questões de Matemática e Ciências da Natureza estavam mais complicadas do que as perguntas da semana passada. 
 
"As questões de Matemática e Química estavam bem difíceis. Caiu bastante probabilidade", contou a estudante Luana Vieira, de 15 anos, que fez o Enem para treinar. Tentando uma vaga para Administração, Marcos Teixeira avaliou o teste de matemática como o mais difícil desta edição do exame.
 
Ao contrário dos colegas, Ana Luísa Braga achou a prova deste domingo mais fácil que a da semana passada. "Tava meio complicada (a prova), mas deu para fazer. O nível estava médio. No primeiro dia, de humanas, tive mais dificuldade", disse a aluna, que pretende estudar Psicologia no Ensino Superior.
 
Segundo depoimento da aluna Karen Nogueira, 17, conteúdos comuns ao Enem nos últimos anos caíram menos nesta edição. "Não teve mecânica, que geralmente cai", disse. Os assuntos mais ressaltados pelos alunos foram probabilidade, plano cartesiano e geometria. 
 
O primeiro estudante a deixar o campus da PUC Minas, no Coração Eucarístico, foi o jovem Richard Murilo Ferreira Silva, de 22 anos. Ele saiu às 15h30 e disse que já fez a prova duas vezes visando o curso de direito. Das 90 questões, Richard contou que respondeu 60 "com certeza", mas, nas outras 30, "chutei". Morador do Bairro Salgado Filho, Richard acredita que poderia ter se preparado melhor. 
 
Também interessada em advocacia, Débora Evelyn, moradora do Bairro Caiçara, saiu sorridente e se diz confiante. "Sou como todo brasileiro, não desisto nunca ", afirmou. Ela considerou a prova de matemática muito difícil e não deixou nada em branco.
 
Fazendo o Enem pela primeira vez, como treineiro, Bruno Maia de Oliveira Peixoto, que quer  ser médico, gostou da experiência."Achei difícil a prova de quimica, mas deu pra fazer bonitinho", brincou.
 
Aos 17 anos, Fernanda Ricaldone lamentou não ter caído conteúdos estudados por ela durante o ano. "Não vi nada de biologia do corpo humano, coisa que pensei que iria cair. A prova foi praticamente sobre plantas. Também tiveram muitas questões de funções, química orgânica e circuitos", ressaltou. 
 
Não perca, neste domingo gabarito extraoficial das provas do Enem 2018, parceria Chromos/Portal Uai. 
 
Ver galeria . 6 Fotos Tentando uma vaga para Administração, Marcos Teixeira, avaliou o teste de matemática como o mais difícil desta edição do exameMarcos Vieira/EM/D.A.Press e Gustavo Werneck/EM/D.A.Press
Tentando uma vaga para Administração, Marcos Teixeira, avaliou o teste de matemática como o mais difícil desta edição do exame (foto: Marcos Vieira/EM/D.A.Press e Gustavo Werneck/EM/D.A.Press )
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade