Publicidade

Estado de Minas

Dia do Médico Veterinário

Novas especializações conquistam os profissionais atuantes nessa área


postado em 06/09/2018 16:45

Dia do Médico Veterinário(foto: Educa Mais Brasil)
Dia do Médico Veterinário (foto: Educa Mais Brasil)

Cardiologia, Ortopedia e Odontologia já não são tratamentos exclusivos para os seres humanos. Hoje, as novas especializações da Medicina Veterinária têm proporcionado maior qualidade de vida para os pacientes de quatro patas. Métodos terapêuticos como acupuntura, florais e reike também são algumas das opções que costumam ser usados em conjunto com a medicina convencional e estão conquistando os donos e seus bichinhos. 


Apesar dos benefícios que as técnicas alternativas oferecem, é necessário avaliar se elas podem realmente substituir o tratamento convencional. Caso um dono de pet necessite de um profissional mais capacitado e que atue em uma área totalmente focada nos problemas de saúde que possam vir a surgir na vida de seus bichinhos é necessário buscar um médico veterinário especialista. É ele, que vai indicar os tratamentos e procedimentos para a recuperação de animais com enfermidades das mais variadas. 


O dentista para cães e gatos, que também é um médico veterinário, é um desses especialistas que representa um papel de muita importância na vida dos animais. A região oral dos bichinhos é uma das principais causadoras de problemas e doenças, por isso, necessita de atenção especial. "A medicina veterinária vem acompanhando a humana. Hoje, os animais também estão tendo uma expectativa de vida bem maior e, em paralelo a isso, a população tem se tornado mais esclarecida. Com essa demanda, cresce a necessidade dos profissionais aprofundarem os seus conhecimentos em áreas especificas e uma delas é a odontologia", assegurou Marcos Nogueira, que atua há 17 anos como médico veterinário especialista em odontologia animal. 


O mercado direcionado ao mundo dos pets ganha cada vez mais profissionais nesse segmento. Marcos acredita que o aumento de especializações no ramo animal tem contribuído para o crescimento da profissão. "Antigamente, um veterinário tentava fazer de tudo. Hoje, podemos focar em algumas especializações e desenvolver um trabalho de melhor qualidade e obter mais sucesso durante os tratamentos", destaca. Marcos acredita que os clínicos são os atores principais nos cuidados com os bichinhos. "Eu aprendi na faculdade, que o trabalho clinico é soberano. Nosso trabalho é um complemento, onde um apoia o outro", conclui. 


Assim como Marcos, a estudante do 2º semestre de medicina veterinária, Paula Maiana, de 32 anos, também concorda que um médico veterinário especialista faz a diferença no tratamento dos pets. "Essa é uma área muito abrangente. É impossível saber de tudo e sobre todos os animais". Antes da graduação, Paula já trabalhava com comportamento animal, por esse motivo, ela decidiu seguir na área. Atualmente, é sócia de um pet shop. 


Lá um dos médicos veterinários mais concorridos é especializado em dermatologia. "Você pensa que ele vai cuidar apenas de uma coceirinha ou de problemas com carrapatos, mas não. Os animais podem ter diversos problemas de pele e a ainda podem fazer teste para identificar alergias", contou. Paula também quer se especializar depois que concluir a sua graduação. "Como eu trabalho com adestramento animal, já fiz alguns cursos. Pretendo continuar estudando. Vou tentar fazer uma pós-graduação em etologia animal". 

 
Uma curiosidade: Hoje (09.09), é comemorado o Dia Do Médico Veterinário. Profissionais responsáveis por cuidar da saúde dos animais, sejam eles, de estimação ou selvagens. E que também ajudam a diminuir a propagação de doenças transmitidas por eles, para os seres humanos. O dia comemora-se hoje porque foi nessa data, em 1933, que Getúlio Vargas, assinava a Lei nº 23.133, que regulariza a profissão e o ensino da medicina veterinária no país.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade