Publicidade

Estado de Minas

Conheça as profissões que estarão em alta em 2019

Analista de Mídias Digitais e Cientista de Dados se encontram na lista


postado em 25/07/2018 16:54 / atualizado em 26/07/2018 11:12

Conheça as profissões que estarão em alta em 2019(foto: Educa Mais Brasil)
Conheça as profissões que estarão em alta em 2019 (foto: Educa Mais Brasil)

Com a proximidade do Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM 2018 o momento é de dúvida para muitos estudantes. A escolha da profissão gera ansiedade entre os candidatos que, mesmo tão jovens, já precisam decidir qual curso deverão seguir.


De acordo com uma pesquisa realizada pelo Portal Educacional com 2 mil estudantes, no início da fase de inscrições para os principais vestibulares do país, 54% dos estudantes do 3º ano do Ensino Médio ainda não conseguiram fazer a escolha da carreira que pretendem seguir. 


Quando o assunto é futuro profissional, os especialistas recomendam que sejam levados em consideração fatores como remuneração média no mercado, aptidão e realização pessoal. E muitos estudantes se encontram no mesmo dilema: o que Medicina tem a ver com Engenharia Civil? Ou Publicidade com Pedagogia? No pensamento, você pensa: nada a ver com nada? Mas, muitos vestibulandos ficam em dúvida entre profissões de áreas tão distintas. Nestes casos, a escolha é ainda mais difícil. 


Para a estudante do 3º ano do Ensino Médio Camila Pinheiro, esse dilema é mais que comum. Ela sempre pensou em estudar Medicina Veterinária, mas confessa que se sente também atraída por Pedagogia, ou seja, cursos totalmente distintos. "Eu sempre tive a certeza de querer cursar veterinária, sempre gostei de cuidar dos animais, mas, este ano e com a aproximação do Enem, acabei me identificando também com a Pedagogia". 


Na opinião da pedagoga Lívia Alcântara, os estudantes não devem se cobrar tanto. Nesta fase, é normal surgirem essas dúvidas. O aconselhamento vocacional é a uma boa alternativa. "Na hora de decidir qual das duas carreiras seguir, em algum ponto a mais uma dessas carreiras irá pesar mais na hora de decidir realmente, seja o fator mercado de trabalho, remuneração ou habilidade pessoal", explica a pedagoga.
Para tentar driblar a dúvida de muitos estudantes, vale conhecer algumas profissões que estarão em alta em 2019 e com maior disponibilidade de trabalho e estágios nos próximos anos. Entre os cursos estão:

Analista de Mídias Digitais 

Existe uma busca cada vez maior para serviços de mídias digitais. Pequenas e grandes empresas estão investindo neste setor para melhorar e alcançar o engajamento e relacionamento com seus clientes por meio das redes sociais, agregando conhecimento para a modernização do marketing.

Porque estará em alta: Com a expansão do alcance digital, que passou a ser prioridade nas empresas, muda substancialmente a forma como o marketing é praticado. O resultado é a busca por profissionais que compreendam e dominem as ferramentas e tecnologias nessa esfera para agregar valor à empresa.

Área de formação: Comunicação Social, Marketing e Publicidade e Propaganda

Gerontologia e Geriatria
É a profissão que estuda o envelhecimento humano com atenção às necessidades físicas, emocionais e sociais que surgem com a idade, com o objetivo de contribuir para a melhoria da qualidade de vida.
Porque estará em alta: com o aumento da expectativa de vida dos brasileiros, existem muitas oportunidades de vagas de emprego nesta área.

Área de formação: Enfermagem, Medicina, Terapia Ocupacional, Psicologia e Serviço Social.

Cientistas de Dados
Existe uma grande demanda para analisar dados disponíveis e propor melhorias em grandes empresas. É o profissional responsável por solucionar problemas do negócio com técnicas de orientação a dados, bem como detectar tendências que podem ajudar nos resultados de uma empresa.

Porque estará em alta: as empresas precisam processar e analisar um grande volume de informações. A expectativa é que ajude na estratégia da empresa, bem como colabore com inovações tecnológicas inteligentes

Área de formação: Estatística, Matemática, e Ciências da Computação

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade