Publicidade

Estado de Minas

Atraso preocupa organizadores do Enem 2017

Inep alerta candidatos dos estados que não têm horário de verão para que fiquem atentos.


postado em 03/11/2017 10:48 / atualizado em 04/11/2017 08:40

Brasília – Mais de 6,7 milhões de brasileiros estão inscritos para participar da edição deste ano do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O Ministério da Educação estreia este ano a prova em novo formato, com aplicação dividida em dois domingos consecutivos, nos dias 5 e 12. Ao todo, 1.725 municípios brasileiros receberão o exame.

Neste domingo, os estudantes poderão conferir a sugestão de gabarito do Enem 2017 que será divulgada pelo Chromos e Portal Uai.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) alerta os candidatos que se organizem para não chegar atrasado no dia da prova. Todos os portões serão abertos às 12h e fechados impreterivelmente às 13h, conforme o horário de Brasília. As provas começam 30 minutos após o fechamento dos portões.

A atenção deve ser redobrada em estados que tenham fuso horário diferente, ou que não estejam no horário de verão. No Acre, os portões fecham às 10h (horário local). Já nos estados do Amazonas, Rondônia e Roraima os candidatos só poderão entrar no local da prova até as 11h (horário local). Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe e Tocantins fecharão os portões às 12h (horário local).

No Distrito Federal, Espírito Santo, em Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, o horário final é 13h (horário local). No ano passado, a abstenção dos candidatos inscritos no Enem foi de 30%. Ou seja, 3 a cada 10 inscritos deixaram de comparecer aos seus locais de prova. No total, 2.507.596 não compareceram aos locais das provas, incluindo aí os retardatários.

Como o Enem está marcado para o fim de semana, os estudantes devem se lembrar de que nesses dias o número de linhas de metrô, trem e ônibus circulando costuma ser menor. Uma dica é, antes do dia do exame, fazer o percurso até o local da prova para conhecer com antecedência o trajeto e ter noção do tempo gasto.

Neste ano, a redação passará a ser aplicada no primeiro dia do exame, neste domingo, com as provas de linguagens, códigos e sua tecnologia e ciências humanas e suas tecnologias, com duração máxima de 5h 30 min. No domingo seguinte, dia 12, será a vez dos participantes responderem a questões de ciência da natureza, matemática e tecnologias, com duração máxima de 4 h 30 min.  Nos dois dias, o candidato que sair da sala em até duas horas após o início da prova terá sua nota zerada.

Pela primeira vez, a prova será personalizada com o nome e o número de inscrição do participante. O local e o endereço da prova podem ser consultados pelo aplicativo do Enem e pelo site do Inep. Os participantes que precisarem de atestado de comparecimento deverão imprimir a declaração no site do exame e colher a assinatura do coordenador do local.

Estudante confessa que pai trocou casa por vaga

aUm estudante da Universidade Federal de Goiás confessou à polícia que seu pai trocou uma casa por sua vaga no curso de medicina. O aluno prestou depoimento em 19 de julho, e suas revelações serviram de base para a Operação Porta Fechada, deflagrada pela Polícia Civil na segunda-feira passada. A operação tinha como alvo o concurso para delegado da Polícia Civil de Goiás. Durante a investigação, os policiais identificaram fraudes também no Enem 2016.

O aluno relatou aos investigadores que soube da negociação de sua vaga no dia em que prestou o Enem. À polícia, ele declarou que foi contra a negociação, mas que não desistiu de fazer a prova porque o pai havia dado uma casa em troca da vaga. Segundo o estudante, durante o caminho para a prova, seu pai o instruiu para que ele respondesse apenas 10 questões nos cartões-resposta, no 1º e no 2º dias de exame, e escrevesse 10 linhas da redação.

No dia seguinte ao exame, relatou, o vendedor de vagas Gabriel Ribeiro de Araújo ligou, via WhastApp, e informou ao estudante que ele deveria ir a Brasília terminar a redação do Enem. O aluno da Federal de Goiás narrou  que um interlocutor identificado como Ronaldo Rabelo de Souza ligou, também via WhastApp, disse que o pegaria. Um dia depois, segundo o estudante, um carro ‘popular de cor cinza’ o buscou. No interior do veículo estavam Ronaldo, no banco do motorista, e também ‘dois meninos e uma menina’.

Oaluno afirmou que ‘um pouco antes de Taguatinga’, cidade no entorno de Brasília, o carro parou em um posto de gasolina. Após estacionarem, contou, uma caminhonete também parou no local. Saíram desse outro carro o vendedor de vaga Gabriel, um homem e uma menina.

De acordo com o estudante, pouco tempo depois, um outro homem chegou ao local e tirou um envelope de dentro da jaqueta. O aluno disse à polícia que lhe foi entregue a mesma redação que ele havia começado no dia da prova do Enem, com apenas 10 linhas preenchidas. Segundo o estudante, ele viu que estava junto à redação o cartão-resposta do segundo dia do exame ‘totalmente preenchido’.

O aluno ainda contou que ele e os outros estudantes que estavam em seu carro terminaram a redação no local. Os papéis, segundo o estudante, foram recolhidos pela ‘pessoa de jaqueta’.

Após o resultado do vestibular ser divulgado, o estudante informou que foi aprovado. Na sala de aula, disse ter reconhecido três colegas: os mesmos que terminaram a redação no posto de gasolina.

Em nota, a Universidade Federal de Goiás afirma que não foi informada oficialmente pela Polícia Civil. “Medidas cabíveis serão tomadas somente após essa notificação. Ademais, o Enem é organizado pelo Inep”, afirma a nota.

Para anotar

Confira horários e orientações para os candidatos

Horário
Como em edições anteriores, a programação do exame é regulada conforme o horário de Brasília. O Inep alerta para os participantes ficarem alertas ao fuso dos estados onde prestarão o exame.
Abertura dos portões: 12h
Fechamento dos portões: 13h
Início das provas: 13h30
Permissão de saída: a partir das 15h30
Término da prova em 5/11: 19h
Término da prova em 12/11: 18h

Documentação
É obrigatória a apresentação de um documento oficial com foto, que pode ser carteira de identidade, passaporte, carteira de motorista, carteira de trabalho ou carteira de reservista; não serão aceitas cópias autenticadas. Caso o candidato tenha a documentação furtada ou roubada antes da prova, poderá apresentar um boletim de ocorrência registrado em até 90 dias.

Material
Os únicos tipos de canetas permitidas são as de corpo transparente e tinta preta.

O que não pode
No local de prova, os objetos proibidos devem ser guardados em um envelope porta-objeto, que poderá ficar embaixo da cadeira do participante. O edital prevê a eliminação de candidatos que portarem alguns dos seguintes materiais durante a aplicação do exame:

Caneta não transparente, lápis, borracha e lapiseira;

Boné, chapéu, gorro e outros acessórios de chapelaria;

Celular, tablet, pen drive, calculadora e outros tipos de equipamentos eletrônicos;

Fone de ouvido;

Óculos escuros.

Redação
Ela será aplicada neste domingo, dia 5. Confira o que fazer para não zerar a prova, segundo o Inep:

Não fuja do tema proposto;

Respeite os direitos humanos (o ministro da Educação, Mendonça Filho, reiterou a regra, que é alvo de contestação na Justiça);

Escrever menos de oito linhas;

Fazer desenhos;

Utilizar uma estrutura de texto diferente do tipo dissertativo-argumentativo.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade