Publicidade

Estado de Minas

Minas tem quatro vencedores regionais no Prêmio Itaú-Unicef

Em parceria, organizações da sociedade civil e escolas públicas realizam ações socioeducativas para crianças e adolescentes de 6 a 18 anos


postado em 25/10/2017 14:28 / atualizado em 25/10/2017 16:06

Os vencedores da etapa regional de Minas foram conhecidos na última sexta-feira (foto: Itaú-Unicef/Divulgação )
Os vencedores da etapa regional de Minas foram conhecidos na última sexta-feira (foto: Itaú-Unicef/Divulgação )

Foram conhecidas na última sexta-feira (20) as quatro parcerias de Minas Gerais premiadas na fase regional da 12ª edição do Prêmio Itaú-Unicef. O objetivo é reconhecer e estimular as parcerias entre organizações da sociedade civil (OSC) e escolas públicas no desenvolvimento de ações socioeducativas que ampliem tempos, espaços e conteúdo de aprendizagem para crianças e adolescentes na faixa etária dos 6 aos 18 anos. Desde 1995, já recebeu mais de 17 mil inscrições, premiando iniciativas em 1.752 cidades.

Nesta fase, serão reconhecidas 32 parcerias, selecionadas entre as 96 finalistas divulgadas na etapa anterior. Em cada regional são premiadas quatro parcerias, de acordo com o porte orçamentário das organizações (micro, pequeno, médio e grande). Por esse método, as organizações concorrem dentro de suas regionais com outras do mesmo perfil orçamentário. Como finalistas da etapa anterior, OSC e escola receberam R$ 10 mil cada uma. Agora, como regionais premiadas recebem mais R$ 20 mil cada.

“O prêmio dá luz a boas práticas que são mobilizadoras e incentivam outras organizações a também desenvolverem ações socioeducativas com crianças e adolescentes. As parcerias entre OSCs e escolas públicas são muito importantes para a efetivação da educação integral. Por meio delas as crianças têm mais tempo de aprendizagem, circulam por espaços diferentes, acessam conteúdos e informações novas”, explica a coordenadora de Fomento da Fundação Itaú Social, Camila Feldberg.

Parcerias premiadas:


Microporte
- Ação “Academia de Letras Infantojuvenil em Escola Pública”, realizada pela Academia Brasileira de Autores Aldravianos Infantojuvenil (OSC) e a Escola Municipal Marphiza Magalhães Santos, na cidade de Mariana. Atende 508 crianças e adolescentes de 6 a 18 anos por meio de oficinas, saraus, produção coletiva de poesia, publicação da produção literária e artística em diversas mídias, além de viagens literárias e culturais. O objetivo é desenvolver e aprimorar produções de leitura e escrita, especialmente literária, no âmbito escolar; apoiar o educador no processo de incentivo à leitura e à sua divulgação em livros e mídias digitais; e promover o intercâmbio entre autores consagrados e alunos.

Pequeno porte - Ação “Polifonia: o direito à comunicação é universal”, realizada pelo Coletivo MICA: Mídia, Identidade, Cultura e Arte (OSC) e Escola Estadual de Ensino Médio de Cabanas, em Mariana. O projeto busca desenvolver o senso crítico dos estudantes, discutir as demandas sociais do território e reverter a imagem negativa do bairro de Cabanas. Para tanto, oferta oficinas para 51 estudantes de 13 a 18 anos, no contraturno escolar, sobre o direito à comunicação, leitura crítica da mídia, relação entre democracia e políticas de comunicação, redes sociais, pauta e entrevista, redação, edição, processos de apuração e construção de notícias, fotografia e audiovisual. Promove rodas de conversa e debates, exposição fotográfica, vivências sensoriais, visitas técnicas, participação em eventos culturais, passeios pelo bairro e pelo centro histórico. Em 2017, os alunos trabalham na produção de um documentário que contará a história da escola - seus desafios e conquistas - protagonizado por moradores do bairro e familiares dos estudantes.

Médio Porte – Ação “Associação dos Moradores de Silva Campos”, realizada pela Associação dos Moradores de Silva Campos – AMOSC (OSC) e Escola Estadual Pedro Roberto de Menezes, em Pompéu. 81 crianças e adolescentes de 6 a 15 anos participam de atividades como vôlei e natação; jogos, brincadeiras e relaxamento; iniciação musical com flauta doce e instrumentos de corda, banda/fanfarra; oficinas de cerâmica, cestaria, flores e tapeçaria; apreciação de obras de artes, visitas a museus, igrejas, cinema; exposição de trabalhos artesanais feitos pelos alunos, apresentação de dança, teatro e música. Como resultado, as crianças e adolescentes tem ganhos de aprendizagem, reconhecendo seu direito à voz e o respeito à diversidade, construindo relações de pertencimento com a comunidade e com a cidade em que vivem; compreendendo os princípios da democracia e da cidadania e suas relações com a ética e com a educação.

Grande porte – Ação “Escola Municipal Desembargador Souza Lima", realizada pela OSC Missão Ramacrisna e a Escola Municipal Desembargador Souza Lima, em Betim. Atende 182 crianças de 6 a 13 anos que residem na área rural da cidade, com famílias de baixa renda em situação de vulnerabilidade social e pessoal. O objetivo é desenvolver diferentes habilidades e competências para sua inserção em diversos ambientes, além de favorecer a descoberta de capacidades ainda desconhecidas. Para tanto, enfatiza o trabalho colaborativo e o exercício do pensamento lógico por meio do acesso a equipamentos de moderna tecnologia como lousa digital (que amplia o universo do aprendizado de forma interativa e dinâmica), mesa alfabetizadora digital (com atividades interativas multimídia e de realidade aumentada) e a oficina de robótica, em parceria com a PUC Minas.

Próximas regionais

As próximas premiações regionais ocorrem no dia 27 de outubro em Belém - PA (regionais Belém e Goiânia); 9 de novembro em São Paulo – SP (regionais São Paulo, Ribeirão Preto e Curitiba); e 14 de novembro em Recife – PE (regional Recife).

A premiação nacional será no 11 de dezembro, no auditório Ibirapuera em São Paulo, quando serão anunciadas as quatro parcerias premiadas nacionais (uma de cada porte orçamentário) e OSC e escola receberão mais R$ 100 mil cada uma. O prêmio total para cada instituição reconhecida na última etapa somará R$ 130 mil.

 



_____________________________________________________________________

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade