Publicidade

Estado de Minas

Enem será adiado em 90 escolas de Minas por causa de protestos

Conforme balanço divulgado pelo MEC e pelo Inep nesta sexta, Minas é o estado com o maior número de locais de prova ocupados, e de candidatos atingidos


postado em 04/11/2016 12:47 / atualizado em 04/11/2016 14:02

Em Minas Gerais, 60.659 estudantes deixarão de fazer as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Eles estão inscritos  em 90 locais de prova que foram ocupados, tornando Minas  o estado com o maior número de instituições atingidas e alunos afetados. 

 

A lista foi atualizada nesta sexta-feira, véspera do primeiro fim de semana de provas, pelo Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Até então, o Paraná detinha o maior número de escolas ocupadas. Após a divulgação da lista, ele está em segundo lugar, com 77 locais interditados pelos protestos. Em terceiro, está o Espírito Santo, com 43.

Das 90 instituições mineiras, 29 ficam em Belo Horizonte. Entre os locais que aparecem na lista está o Instituto de Ciências Exatas (Icex), no campus Pampulha da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), que foi ocupado na noite de quinta-feira. A Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas), campus Coração Eucarístico, também foi ocupada ontem, mas não aparece na lista. A lista completa das instituições pode ser encontrada no site do Inep.

As provas nestes locais serão adiadas para 3 e 4 de dezembro. Segundo o Inep, o número de inscritos afetados subiu de 191.494 para 240.304, em função de novas ocupações durante a semana.  “O número de afetados representa 2,79% do total de inscritos. O número de locais de prova ocupados passou de 304 para 364”, diz o órgão.

E não perca, no sábado e no domingo, divulgação do gabarito extra-oficial das provas do Enem, em parceria do Portal Uai, Estado de Minas e Chromos

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade