Publicidade

Estado de Minas

Professores da Ufop encerram greve após dois meses

Decisão foi tomada em uma assembleia na segunda-feira. Técnicos-administrativos continuam em greve


postado em 15/09/2015 13:03 / atualizado em 15/09/2015 13:09

Após dois meses, terminou a greve dos professores da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop). A decisão foi tomada durante uma assembleia realizada na segunda-feira. Os técnico-administrativos continuam em greve e ainda não há informações sobre o início das aulas do segundo semestre.

A greve dos professores começou em 13 de julho. Por meio de nota publicada em seu site, a Associação dos Docentes da Ufop (Adufop) confirmou o encerramento da greve e disse que permanece defendendo a pauta de reivindicações da categoria. Entre elas estão melhores condições de trabalho, garantia de autonomia, reestruturação da carreira e valorização salarial. Uma nova assembleia está programada para 22 de setembro.

A assessoria de imprensa da universidade informou que a reitoria está deliberando sobre a situação das aulas e deve se pronunciar, por meio de nota, ainda nesta terça-feira.

Para elaborar o novo calendário, eles avaliam a situação dos funcionários técnico-administrativos, que estão em greve desde junho e devem realizar uma assembleia no fim de semana. Em 21 de julho, a Pró-reitoria de Graduação (Prograd) anunicou que o início da aulas havia sido suspenso por causa desta greve.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade