Publicidade

Estado de Minas

''Em breve estarei com vocês'': goleiro Bruno manda recado para torcedores do Poços de Caldas

Atleta recém-contratado pelo time da terceira divisão mineira gravou vídeo durante preparação física


postado em 06/09/2019 18:40 / atualizado em 06/09/2019 18:46

 

O goleiro Bruno Fernandes já se prepara para representar o Poços de Caldas no terceiro escalação do futebol mineiro em 2020. Em vídeo postado nas redes sociais do clube, o atleta mandou recado para os torcedores da equipe do Sul de Minas.


“Alô, galera do Vulcão (como é conhecido o Poços de Caldas)! Tô (sic) aqui na academia me preparando com o preparador físico Will e em breve estarei com vocês”, disse o jogador que mandou matar a modelo Eliza Samudio em 2010.


O vídeo repercutiu na página do Poços de Caldas no Facebook. A entidade, inclusive, ameaça banir quem critica a contratação do goleiro. “Boa tarde. O famoso ban (bloqueio de comentários) tá on (online)! Cuidado!”, postou o time.


O posicionamento foi criticado por alguns usuários. “Time é tão medíocre que precisa contratar um assassino pra poder aparecer na mídia. Logo se vê por que o clube não vai pra frente”, disse um torcedor.


Por outro lado, muitos torcedores do clube, e também do Flamengo, se manifestaram a favor do goleiro. “Sou flamenguista e estou torcendo por você”, afirmou um usuário.


“Boa sorte. Todos temos direito de recomeçar”, destacou outro.


O Poços de Caldas anunciou Bruno Fernandes como reforço no último dia 27. O acerto já estava apalavrado desde 13 de agosto, mas o goleiro aguardava liberação do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).


A princípio, Bruno treinará diariamente em Varginha, onde cumpre o regime semiaberto.


Em 2020, ano em que o clube disputará a terceira divisão estadual, ele precisará de autorizações pontuais da Justiça para entrar em campo fora dessa comarca.


Progressão de pena

 

Goleiro Bruno deve voltar a jogar futebol profissionalmente em 2020(foto: Reprodução/Facebook/Poços de Caldas)
Goleiro Bruno deve voltar a jogar futebol profissionalmente em 2020 (foto: Reprodução/Facebook/Poços de Caldas)
 


Em 18 de julho, a Justiça concedeu progressão de pena a Bruno e ele teve direito ao regime semiaberto. Uma das exigências do juiz Tarciso Moreira de Souza, inclusive, era que o goleiro trabalhasse.


Segundo a decisão judicial que o concedeu o regime semiaberto, Bruno deve ficar em casa no período entre 20h e 6h.


A decisão anulou a falta grave cometida pelo réu, aplicada devido à matéria publicada pela TV Alterosa Sul de Minas. Nela, o ex-jogador do Atlético é flagrado em um bar na companhia de mulheres e com uma lata de cerveja em cima da mesa.


Ainda de acordo com o documento, Bruno “satisfaz as exigências subjetivas e objetivas para a concessão da progressão de regime para o semiaberto”.


O magistrado também ressaltou que o goleiro “já cumpriu o lapso temporal necessário da pena imposta no regime fechado”.


O juiz destaca, ainda, que a “conduta carcerária” do jogador lhe garante a “reinserção à vida social”.


Publicidade