Publicidade

Estado de Minas

"Testemunha surpresa" aparece e causa alvoroço na porta do Fórum de Contagem


postado em 05/03/2013 14:04 / atualizado em 05/03/2013 17:53

Um grande alvoroço se formou na porta do Fórum de Contagem, na tarde desta terça-feira, com a chegada de uma nova testemunha trazida pela acusação. Acompanhada do assistente de acusação, José Arteiro, a ex-mulher Luiz Henrique Romão, o Macarrão, Andrea Rodrigues falou sobre a morte de Eliza Samudio.

A mulher reforçou que o amigo de Bruno era um empregado e obedecia as ordens do goleiro. Com isso, o objetivo do advogado é reforçar a tese que Bruno seria articulador do crime e teria mandado assassinar Eliza. Já Macarrão seria “apenas” o executor da trama criminosa. “Ele não podia fazer nada sem o consentimento do Bruno”, disse a mulher

Andrea confirmou que Macarrão não gostava de Eliza Samúdio e contou que viu o goleiro no sítio em Esmeraldas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A testemunha negou o cárcere da ex-amante de Bruno.

Andrea pode ser um elemento surpresa da defesa, conforme José Arteiro. Ele, porém, não deu detalhes de como a testemunha poderá ser usada em júri, uma vez que não está arrolada oficialmente.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade