UAI
Publicidade

Estado de Minas EMPREGO

Portal oferece mais de 151 mil vagas em todo o Brasil

Com salários que podem variar entre R$ 600 para níveis de estágio e R$ 10 mil para cargos de gerência


20/01/2022 10:56 - atualizado 20/01/2022 11:20

Aperto de mãos entre dois homens
O início de 2022 tende a ser ainda mais positivo em contratações, pois muitas empresas abrem processos seletivos para atender às demandas de novos projetos (foto: Tumisu /Pixabay)
Para quem começou 2022 em busca de um novo emprego, o cenário é positivo. De acordo com um levantamento do site Empregos.com.br, até o momento há mais de 151 mil vagas abertas em todo o país.

Os estados com mais oportunidades são, respectivamente, São Paulo (36.224), Rio Grande do Sul (9.417), Santa Catarina (8.094), Paraná (7.607), Minas Gerais (6.080), Rio de Janeiro (3.833), Espírito Santo (1.790), Goiás (1.632), Bahia (1.417) e Mato Grosso (1.076).
 
Para Leonardo Casartelli, diretor de marketing do portal, a abertura de vagas de emprego em 2022 vai manter a tendência de recuperação registrada em 2021.

“Desde o 3º trimestre do ano passado observamos uma queda significativa na taxa de desemprego e consequentemente o aumento da população ocupada no Brasil. O início de ano tende a ser ainda mais positivo em contratações, pois muitas empresas abrem processos seletivos para atender às demandas de novos projetos”, avalia o executivo.


OS SETORES MAIS AQUECIDOS E OS SALÁRIOS


Os setores mais aquecidos neste começo de ano são serviços, tecnologia, consultoria, comércio, estágio, saúde, industrial, educação e alimentos, nesta ordem.

Já a média salarial pode variar de acordo com o nível de especialidade, de R$ 600 a R$ 1 mil para níveis de estágio, R$ 1,5 mil a R$ 2,5 mil para auxiliar e assistente, R$ 3 mil a R$ 4 mil para níveis operacionais e de produção, e R$ 8 mil a R$ 10 mil para cargos de gerência e executivo.

“Os setores de comércio e serviços se destacam pois foram áreas muito afetadas com cortes durante a crise. Com a normalização das atividades, os negócios voltaram a girar e as empresas estão contratando para recompor o quadro desfalcado. Já o setor de tecnologia foi um dos destaques de contratações ao longo dos últimos dois anos. O crescimento expressivo no setor impulsionou a demanda por esses profissionais, principalmente devido ao isolamento social, que acelerou a transformação digital em diversas empresas”.
 

COLOCAÇÃO OU RECOLOCAÇÃO EXIGE ATUALIZAÇÃO 

 
Para aqueles que estão em busca de um novo emprego este ano, Leonardo aconselha ficar de olho nas tendências do mercado de trabalho.

“Profissionais que desejam colocação ou recolocação encontrarão grandes oportunidades. Mas o candidato deve ter em mente que é preciso estar constantemente atualizado para garantir vagas disputadas. É importante entender o que está acontecendo no mercado e o que as empresas estão buscando nesse pós-pandemia, para se preparar e qualificar até no que diz respeito a softskills”, finaliza.


 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade