Publicidade

Estado de Minas

PCPA divulga nova data de aplicação de provas do concurso com mais de 1.000 vagas

A prova objetiva, que estava suspensa, agora está prevista para ser realizada em 4 de julho de 2021


03/05/2021 10:53

(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)
A Polícia Civil do Estado do Pará (PCPA), por meio do Instituto AOCP, divulgou novos comunicados referentes a concursos públicos que ofertam 1.088 vagas.

Conforme retificação, a prova objetiva, que estava suspensa por tempo indeterminado, agora está prevista para ser realizada em 4 de julho de 2021.

O cartão de informação do candidato com o local de realização da Prova Objetiva e Discursiva deverá ser emitido no endereço eletrônico www.institutoaocp.org.br a partir de 16 de junho de 2021.

O concurso

São 1.088 oferecidas vagas para investigador (506 vagas, sendo 26 para pessoas com deficiência), escrivão (252 vagas, sendo 13 para PCDs), papiloscopista (65 vagas, sendo 4 para PCDs) e delegado (265 vagas, sendo 14 para PCDs). O salário dos três primeiros postos é o mesmo: R$ 6.893,57, assim como a taxa de inscrição (R$ 70). Já para delegado, a remuneração é de R$ 18.050, com taxa de participação de R$ 140. 

Pode se candidatar quem tem nacionalidade brasileira ou portuguesa, idade mínima de 18 anos, com carteira nacional de habilitação de categira "B", nível superior de formação escolar em qualquer área (é exigido curso de direito para candidatos a delegado), entre outros requisitos. 

O concurso será composto por provas objetivas, discursivas, prova de capacidade física, exame médico, exame psicológico, investigação criminal e social e curso de formação profissional (com, no mínimo, 680 horas, de caráter eliminatório e classificatório, a ser realizado no município de Marituba/PA). 

Para delegados, a prova objetiva ocorrerá no turno matutino e terá a duração de cinco horas. A peça rocessual ocorrerá no turno vespertino e terá duração de três horas. 

Serão 60 questões (80 para delegados), com pontuações distintas, em que serão cobrados conhecimentos em português, raciocínio lógico, noções de informática e conhecimentos sobre o Pará de todos os inscritos. Haverá ainda noções de estatística, contabilidade, noções de direito administrativo, noções de direito constitucional, noções de direito penal, noções de direito processual penal, legislação especial, noções de medicina legal, biologia, física, química, arquivologia, criminologia, direito ambiental, direitos humanos, direito civil, processual civil, penal, processual penal e direito administrativo dependendo do posto escolhido para concorrer

Já a prova discursiva valerá 10 pontos, mas o candidato deverá obter pelo menos 6 para ser considerado apto e não eliminado do concurso (nota mínia é 7 no caso de delegados). O candidato a investigador, escrivão e papiloscopista disporá de, no mínimo, 15 linhas, e, no máximo, 30 linhas para elaborar a resposta da questão. 

A prova de capacitação física será composta por teste de flexão de braço com apoio de frente ao solo, flexão abdominal e corrida de 12 minutos. 

O candidato matriculado no curso de formação receberá bolsa mensal correspondente ao salário mínimo vigente. 

Para saber mais sobre o concurso, acesse o site do Instituto AOCP, a banca organziadora da seleção. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade