Publicidade

Estado de Minas

STJ nomeia 26 candidatos aprovados no concurso público de 2018

A previsão é que os candidatos tomem posse no dia 2 de dezembro.


26/11/2020 15:44

(foto: Breno Fortes/CB.D.A Press)
(foto: Breno Fortes/CB.D.A Press)
O Superior Tribunal de Justiça (STJ)  nomeou nesta semana 26 candidatos aprovados no concurso público realizado em 2018. A previsão é que os candidatos tomem posse no dia 2 de dezembro.

De acordo com o õrgão, do total de nomeados, 20 são para o cargo de analista judiciário, área judiciária; cinco para técnico judiciário, área administrativa; e um para técnico judiciário, área de desenvolvimento de sistemas.  Outros cinco foram aprovados dentro do quantitativo de vagas destinadas a pessoas negras. Além disso, um candidato tomará posse na vaga reservada a pessoas com deficiência, no cargo de analista.

De acordo com o presidente da Casa, o ministro Humberto Martins, a nomeação de novos servidores já estava incluída no planejamento estratégico do tribunal, mas também foi um dos pedidos trazidos pela sociedade diretamente à Presidência. "Com a complementação da força de trabalho, buscamos elevar a agilidade e a eficiência da corte, tendo sempre como objetivo central a melhoria da prestação jurisdicional", afirmou.

O prazo de validade do concurso de 2018 está suspenso até o término da vigência do estado de calamidade pública declarado pela União em razão da pandemia do novo coronavírus. 

O concurso

As chances foram para técnicos e analistas judiciários com lotação em Brasília. Os salários  vão de R$ 6.708,53 a R$ 11.006,82 para candidatos com níveis médio e superior, respectivamente.

O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). 

Quem tem nível superior pode concorrer às áreas administrativa (para candidatos formados em qualquer curso), judiciária (para formados em direito), biblioteconomia, fisioterapia, odontologia (para especializados em odontopediatria e periodontia), psicologia e para o cargo de oficial de justiça avaliador federal (também destinados a formados em direito). Já quem tem nível médio dispõe para escolha as áreas administrativa, de desenvolvimento de sistemas, enfermagem, suporte técnico e telecomunicações e de eletricidade. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade