Publicidade

Estado de Minas OPORTUNIDADE

Chacota com currículos causa demissão de recrutador

Após a repercussão, Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH-Brasil) solta nota condenando a atitude do profissional


postado em 01/05/2019 12:22 / atualizado em 01/05/2019 13:34



Vídeo de funcionário que debochou de currículos viraliza na internet e ele é demitido. Depois de receber críticas nas redes sociais, ele foi punido por quebra de sigilo na empresa onde trabalhava.
 
Diante do fato, a Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH-Brasil) soltou nota oficial condenando a atitude do profissional.

Entre as falas do funcionário, em um momento ele joga todos os currículos para cima e diz: "Boa tarde, hoje vamos sortear um emprego. Olha só a maravilha. Estou me sentindo o Silvio Santos na Telesena".

E a zoação continha: "Olha, outra colocou trezentas experiências profissionais, e assim, um mês, três meses, sete meses. Eu sou o mágico que vai fazer você durar um ano na empresa, né more [sic]".

Já em outro momento, ele fala: "Amor, que pena que eu não vou com sua cara e não vou te contratar. Tenho ranço de você".  

Veja nota na íntegra

 
Nota à imprensa

Chacota com currículos

"Com relação aos recentes vídeos viralizados nas redes sociais, nos quais o funcionário de uma empresa, responsável pelo recrutamento de novos colaboradores, faz chacota de currículos recebidos de possíveis candidatos, a ABRH-Brasil, Associação Brasileira de Recursos Humanos, manifesta seu repúdio a esta atitude.

A ABRH-Brasil tem como premissa o respeito às pessoas, e a qualquer diversidade que elas representem, expressando em toda a sua comunicação a importância deste valor nas relações de trabalho. O profissional de Recursos Humanos tem papel fundamental na transformação das organizações, visando um futuro baseado em ética, cidadania, inclusão e responsabilidade. Por esta razão, a associação pauta a sua atuação em cinco pilares essenciais: Educação, Trabalho, Liderança, Produtividade e Competitividade."

A empresa do agora ex-funcionário também soltou nota. Confira:
 
Nota da Avante Energia na íntegra

“A Empresa Avante Energia e Serviços não tinha conhecimento do vídeo postado, agradecemos a informação. Não compactuamos com a atitude tomada pelo funcionário que usou sua rede social particular postando vídeos e fotos sem autorização da empresa. A empresa Avante através do seu representante legal informa que não tolera atitudes de quebra de sigilo das informações e não tem a prática de utilizar redes sociais, mediante ao exposto informamos que o funcionário já não faz mais parte do nosso quadro de colaboradores”. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade