Publicidade

Estado de Minas ENEM 2020

Guia sobre a nota do Enem no Sisu

Entenda o processo de seleção do Sisu para as instituições públicas


postado em 16/01/2020 17:30 / atualizado em 21/01/2020 10:17

Nessa sexta-feira, 17 de janeiro, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulga os resultados individuais do último Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na página: https://enem.inep.gov.br/participante. O 4 milhões de estudantes que fizeram as provas em 2019 irão conferir as notas, que podem ser usadas para conseguir uma vaga nas faculdades e universidades de todo o país, e em especial, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Mas você sabe como funciona o Sisu?

Sisu - o caminho para a universidade pública 


Criado pelo Ministério da Educação (MEC), o Sisu tem como meta a democratização e o acesso de estudantes às instituições de ensino superior públicas. O Sisu é gratuito, pois o estudante se inscreve, não paga nenhuma taxa de inscrição e também é isento de mensalidades, já que ingressará em instituições públicas de ensino.
 
Após receber sua nota do Enem 2019 e obteve nota diferente de zero em redação, o participante pode se inscrever no Sisu no período de 21/01 a 26/01 para o primeiro semestre de 2020.  A inscrição deve ser realizada nessas datas e exclusivamente na internet em: http://sisu.mec.gov.br/ 

Notas de corte e opções de escolha

Nessa plataforma web, o candidato poderá escolher duas opções de curso em ordem de preferência - podendo alterar suas escolhas no período de inscrições. A cada dia durante o período de inscrições, são liberadas notas de corte para os cursos ofertados. Por meio destas, os estudantes podem se orientar, vendo se estariam entre os selecionados para aquele curso com a sua nota obtida no Enem. Caso sua nota seja inferior à nota de corte, é permitido trocar de curso durante todo o período de inscrição. 

Terminado o processo, são liberadas as listas de participantes selecionados, que deverão efetuar matrícula na instituição em que foi aceito. Lembrando que é impossível ser selecionado para a segunda opção de curso se for aprovado na primeira.

O Sisu já conta com instituições participantes em todos os estados do Brasil. São mais de 100 faculdades e universidades públicas, como a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), ofertando semestralmente vagas em cursos de graduação por meio desse sistema.

Cotas e reservas no Sisu

Além disso, o Sisu assegura a opção de reserva de vagas para os candidatos que estudaram todo o Ensino Médio em escola pública, conforme o descrito na Lei de Cotas. Do total de vagas ofertadas, 50% são destinadas à ampla concorrência e 50% são disponibilizadas aos alunos que optarem pela reserva de vagas. Existindo quatro categorias de reserva de vagas que levam em consideração a raça, a existência de alguma deficiência e renda familiar bruta per capita.

Curso gratuito sobre o Sisu

Os professores Camila Ferreira e Renato Ribeiro irão apresentar dicas e estratégia para o Sisu gratuitamente no dia 20 de janeiro, segunda-feira.(foto: Guilherme Fontes)
Os professores Camila Ferreira e Renato Ribeiro irão apresentar dicas e estratégia para o Sisu gratuitamente no dia 20 de janeiro, segunda-feira. (foto: Guilherme Fontes)

Com tantas opções, cotas e variações da nota de corte durante a etapa de inscrição, é muito importante o participante ter um entendimento do que é o Sisu e uma estratégia na aplicação da sua nota. Para ajudar os participantes nesse momento tão crítico, o portal UAI e o Percurso irão fazer um curso gratuito na Internet "Sisu Sniper", no dia 20 de janeiro - com informações, tira dúvidas e estratégias para conquistar sua vaga agora. Para se inscrever, basta acessar aqui: www.sisusniper.com.br

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade