Publicidade

Estado de Minas ENEM

Universidades públicas mineiras fazem carta aberta defendendo adiamento do Enem

Documento destaca que manutenção da data pode gerar graves prejuízos para estudantes e instituições


postado em 19/05/2020 17:23 / atualizado em 19/05/2020 17:54

(foto: Freepik/ reprodução)
(foto: Freepik/ reprodução)
Em razão da crise sanitária provocada pelo novo coronavírus, universidades públicas defendem o adiamento da edição de 2020 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A suspensão das provas está na pauta de sessão deliberativa a tarde desta terça-feira, em Brasília.

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 foram abertas na segunda-feira passada. As provas presenciais ainda estão previstas para ocorrer em 1º e 8 de novembro.

A posição foi manifestada por meio de carta aberta divulgada nessa segunda-feira pelo Fórum de Instituições Públicas de Ensino Superior (Foripes-MG). As universidades, institutos federais mineiros, o Cefet-MG e as instituições do estado - UEMG e Unimontes - assinaram o documento.

A carta destaca que o Enem é “importante ferramenta de democratização de oportunidades para o acesso ao ensino superior”, mas que o momento atual exige esforço pela prevenção e mitigação dos danos causados pela pandemia de Covid-19. O texto foi divulgado no site da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

“Os custos das situações extremas tendem a recair com mais força sobre os mais pobres, acentuando ainda mais as desigualdades. É também conhecida a dificuldade de acesso à educação de muitos brasileiros, que só tende ao agravamento com a pandemia de Covid-19”, diz o documento.

Para os dirigentes das instituições públicas de ensino superior mineiras, insistir em manter, neste ano, a data tradicional do Enem pode trazer graves prejuízos aos estudantes e às instituições.

Eles pedem que "o Enem 2020 seja adiado para uma data mais oportuna, a ser definida tão logo o quadro atual seja mais bem compreendido e possamos, de forma segura, realizar o exame dentro de condições mais favoráveis e justas”.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade