Publicidade

Estado de Minas

Telma Abrahão, criadora da Educação Neuroconsciente, explica como funciona e quais os benefícios de educar de forma respeitosa e consciente


01/06/2021 07:57

Educação NeuroConsciente é uma abordagem educacional que integra conceitos sobre o desenvolvimento físico, cognitivo e emocional da criança baseada na ciência e que unem estudos das neurociências ao comportamento infantil.

A educação NeuroConsciente se baseia no tripé:

  • Tomada de consciência
  • Autoconhecimento
  • Conhecimento

A tomada de consciência é o primeiro passo para que qualquer mudança aconteça. O autoconhecimento leva o olhar para dentro e desvenda camadas importantes para alterarmos nosso comportamento como pais e educadores. E o conhecimento trás o combustível para agir e abrir um novo caminho para educar.

O objetivo da Educação Neuroconsciente é disseminar um modelo de educação que considera e respeita o desenvolvimento saudável do cérebro e da saúde mental da criança durante a infância e que visa fomentar relacionamentos saudáveis entre pais e filhos através da construção de vínculos pautados no respeito, consciência, amor e empatia.

Transformamos conceitos complicados de neurociências em uma nova e acessível forma de auxiliar pais e profissionais a proporcionarem um ambiente seguro e afetuoso para as crianças tanto em seus lares quanto nas escolas e assim garantir um desenvolvimento emocional saudável para as crianças.

A Educação NeuroConsciente não é um conjunto de regras estritas a serem seguidas, mas sim uma filosofia de vida e uma forma consciente de se relacionar especialmente com as crianças.

A missão da Educação Neuroconsciente é tornar o mundo um lugar melhor. Compartilhamos o desejo e a capacidade de fazer a diferença na vida das famílias, impactar positivamente cada criança que vive em nossa sociedade e assim plantar uma semente para transformar um mundo de tantos conflitos e violência em um mundo de mais compaixão e paz.

Acompanhe Telma Abrahão no Instagram: www.instagram.com/telma.abrahao

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade