Publicidade

Estado de Minas

Diversidade étnico-racial, diversidade sexual e de gênero, sustentabilidade e economia circular, comunicação não-violenta, metas do milênio


09/04/2021 08:20

Você realmente está familiarizado com esses termos?

João Saravia  ex-diretor dos Jogos Olímpicos Rio 2016 e responsável pelo programa de Lideranças Transformadoras do BBI of Chicago
João Saravia ex-diretor dos Jogos Olímpicos Rio 2016 e responsável pelo programa de Lideranças Transformadoras do BBI of Chicago

Essa pergunta foi realizada para um grupo de mais de 200 gestores e gestoras de grandes empresas da América Latina e o resultado foi surpreendente: 90% dos respondentes afirmaram que sim, estavam familiarizados com os termos. Ao serem questionados na mesma pesquisa conduzida pela equipe de Business Intelligence do BBI of Chicago entretanto, sobre conceitos específicos e melhores práticas nesses assuntos, o cenário apresentado foi preocupante: somente 20% dos respondentes possuíam conhecimentos a nível intermediário no assunto e somente 10% das pessoas entrevistadas possuíam conhecimento a nível avançado.

"O resultado da pesquisa mostrou o que realmente achávamos. Nossos gestores e gestoras não estão preparados para dialogar com essa nova sociedade que impõe de forma intensa pautas extremamente legítimas e urgentes. Ao ver o resultado dessa pesquisa sabíamos de uma coisa: existia um terreno fértil para desenvolver toda uma linha de programas nesse sentindo, treinando os líderes e futuros líderes para exercerem realmente um papel de liderança nas Organizações do Futuro", afirmou Rodrigo Lang, sócio-fundador do BBI of Chicago e especialista em comunicação e gestão de conflitos em organizações.

Frente a esse desafio, foram 10 meses de desenvolvimento em parceria com o Centro Universitário Celso Lisboa do maior programa de formação de Lideranças do Futuro da América Latina.  Para coordenar esse processo, foi chamado ao time João Saravia, diretor dos Jogos Olímpicos Rio 2016 evento considerado referência nas pautas em questão. Aos poucos o time foi ganhando reforços de nome de peso a nível nacional e internacional, como Renata Broglia, eleita "mulher da década em liderança comunitária e mudança social" no Woman Economic Forum e Fredda Amorim, historiadora, multiartista e primeira professora trans do corpo docente do BBI of Chicago.

"Ao ver a versão final do programa, tivemos uma certeza: não há nada igual a nível mundial. Desenvolvemos um produto único que vai realmente preparar a liderança para um mundo novo e melhor. Esse sem dúvida será um grande diferencial não só no currículo como na vida pessoal de quem cursar. O sentimento de construir um legado foi enorme ao vermos o produto final. Foi uma experiência muito rica refletir no nosso corpo docente a diversidade que queremos trazer no conteúdo da pós", conversou com a nossa equipe João Saravia coordenador do programa.

A primeira turma deverá ser lançada nos próximos dias, aproveitando a campanha do BBI Solidário. As inscrições, com vagas limitadas, serão disponibilizadas em etapas dando preferência ao grupo de ex-alunos da instituição no Brasil.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade