Publicidade

Estado de Minas

Di Souza vai reunir 200 percussionistas no Sesc Palladium

Show 'Tum, pá!' tem repique, berimbau, xequerê, atabaque, conga, bateria, prato e alfaia. Dedicado aos ritmos populares do Brasil, espetáculo é atração de sábado (7), com ingressos a R$ 15


postado em 06/12/2019 04:00

Obras de Luiz Gonzaga, Gil e Chico fazem parte do projeto que o maestro Di Souza leva ao Sesc Palladium(foto: Raíssa Soares/Divulgação)
Obras de Luiz Gonzaga, Gil e Chico fazem parte do projeto que o maestro Di Souza leva ao Sesc Palladium (foto: Raíssa Soares/Divulgação)
No repertório, dois ritmos populares brasileiros, o samba e o forró, enriquecidos por suas variações. No palco, mais de 200 pessoas percussionistas. O espetáculo Tum, pá! vai sacudir o Sesc Palladium neste sábado (7). Os integrantes do Movimento Alternativo de Percussão Popular tocarão Luiz Gonzaga, Gilberto Gil, Marinês, Ceumar, Chico Buarque e Mateus Aleluia, entre outros compositores.

Sob a batuta do maestro Di Souza, a promessa é exibir “a mais ampla diversidade da percussão brasileira, com um forte diálogo entre os sons”. Os instrumentos escolhidos vão dos mais comuns aos mais inusitados. Timbal ou tamborim se unem a ganzá, repique, berimbau, xequerê, atabaque, conga, bateria, prato e alfaia.

Um dos desafios é mostrar como variedades se transformaram em verdadeiros gêneros musicais. Do berço do samba, o partido-alto, samba afro, samba duro, samba de roda, pagode, samba-canção e samba romântico. Da veia do forró, o xaxado, xote, baião e arrasta-pé.

A apresentação é fruto de um ano de estudo dos alunos do Movimento Alternativo de Percussão Popular. “Tem um valor social e terapêutico que condiz com o trabalho que é executado no movimento, elevando a autoestima das pessoas e estimulando a alegria, o prazer e o lúdico por meio da arte”, sintetiza Di Souza, idealizador do espetáculo.

Ele observa que essa é uma oportunidade para mais de 200 pessoas que não são músicos profissionais assumirem o papel de protagonistas. Fundado por ele em 2014, o grupo começou com cinco integrantes, até se ampliar. As atividades ocorrem num espaço localizado no Bairro Floresta. Para o maestro, calejado em eventos de rua (foi uma das figuras importantes no ressurgimento do carnaval de BH), o Tum, pá! é resultado de uma maneira lúdica, ao trabalhar a didática da percussão com linguagem simplificada.

TUM, PÁ!
Com Movimento Alternativo de Percussão Popular. Sábado (7), às 20h. Sesc Palladium – Av. Augusto de Lima, 420, Centro, (31) 3270-8100. R$ 15.


Publicidade