Publicidade

Estado de Minas Novidades na cozinha

Xaropes artesanais facilitam o preparo de coquetéis saborosos em casa

Mattar Recipes, empresa de Belo Horizonte, quer descomplicar a coquetelaria


03/01/2021 04:00 - atualizado 05/01/2021 20:31

Gim tônica com xarope de jabuticaba e pepino(foto: Fotos: Rodrigo Faria/Divulgação)
Gim tônica com xarope de jabuticaba e pepino (foto: Fotos: Rodrigo Faria/Divulgação)
Durante um curso de coquetéis clássicos em Lisboa, veio o insight. Ao ouvir o professor falar sobre a redução de açúcar nas receitas, Nicolas Mattar teve a ideia de fabricar xaropes artesanais menos doces, seguindo a tendência mundial. Em maio, ele lançou a Mattar Recipes, que tem o objetivo de descomplicar a coquetelaria. “Quero ajudar as pessoas a fazer coquetéis gostosos em casa, iguais aos que bebem em eventos e bares. Todo mundo pode aprender o básico”, destaca.

O interesse de Nicolas pela coquetelaria é antigo. “Lembro que, quando comecei a frequentar casas noturnas, ficava vendo o que o bartender fazia e prestava atenção nos ingredientes para replicar as receitas em casa”, conta. A diversão dele era convidar os amigos para experimentar os seus coquetéis.

Apesar de ter se formado em engenharia de produção, Nicolas sempre sonhou em empreender no mercado de gastronomia. Tanto que, no seu trabalho de graduação, pesquisou sobre o consumo de gim. “Entendi ali que muita gente não consumia pelo gosto da bebida, as pessoas reclamavam do amargo da água tônica. Então, comecei a pensar em ensinar as receitas e oferecer insumos para ajudar a gim tônica a ficar mais saborosa, mais fácil de consumir”.

Os xaropes são feitos com água, açúcar na mesma proporção (antigamente era o dobro) e fruta in natura, inteira ou em partes. No caso dos cítricos, vai a casca. Do maracujá aproveita-se a polpa e o gengibre é ralado inteiro. Todos são sem conservante, corante e aromatizante. “Quando voltei de Portugal para o Brasil, comecei a olhar o que tinha nas prateleiras e percebi que eram poucas opções e muito artificiais. Isso não me agradava”, comenta.

No momento, há 13 opções de sabores. Nicolas fez muitos testes de receitas e foi adaptando suas ideias ao gosto dos clientes. Escolheu uma fruta de expressão, como o maracujá, e o sabor regional da jabuticaba. Não poderia faltar o cítrico do limão siciliano nem a picância do gengibre, um dos mais vendidos, pegando carona na popularidade do moscow mule. Do lado mais exótico, a representante é a pitaia, que chama a atenção pela beleza, com o seu rosa vibrante. Morango com cravo, canela com alecrim e uva com manjericão já são misturas autorais.
 

Receitas 

 
Os xaropes combinam com todos os destilados, de cachaça a uísque. Quem compra tem acesso a sugestões de receitas, desde clássicas até as mais ousadas. Por exemplo, gim tônica com xarope de jabuticaba e pepino. Dá ainda para escolher entre caipirinha picante (com xarope de amora e pimenta dedo-de-moça) e mojito com xarope de limão siciliano. “Vejo pessoas totalmente leigas que hoje fazem variação de coquetéis, como moscow mule de maracujá. Sinal de que já consegui passar que não existe mistério, é simples.”

 Nicolas ensina a usar os xaropes em bebidas que não sejam alcoólicas. Eles podem dar sabor a uma receita de soda italiana, misturando-se com água com gás e limão, ou virar suco, como a pink lemonade, com limão e xarope de jabuticaba. Outra sugestão é usá-los para adoçar um chá. “Tem gente que usa os xaropes para fazer molho nas gastronomia. Já serviram o de maracujá com salmão”, diz o engenheiro, ao comentar que se surpreende com a criatividade dos clientes.

O mix de produtos começou a crescer. Agora a empresa também fabrica bitter, uma mistura de especiarias e destilado (ele usa vodca) para saborizar diferentes coquetéis. Alguns dos mais famosos que têm bitter na receita são o negroni e o old fashioned. “Fazemos também infusão para usar como spray na hora de finalizar o drinque. Pensamos no aroma e no visual, não só no paladar.” Pimenta e limão siciliano são as opções. Os testes para produzir espumas já estão em andamento.

Nicolas abriu a Mattar Recipes em maio e, três meses depois, se juntou ao sócio, Matheus Campos, que é engenheiro químico. São eles que produzem e vendem as receitas. O próximo passo é estruturar a empresa para conseguir levar os produtos para bares, restaurantes e supermercados.

Serviço
Mattar Recipes
(31) 99283-9499

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade