Publicidade

Estado de Minas CAFéS ESPECIAIS

CAFÉ NA QUARENTENA


postado em 10/05/2020 04:00

Daniel Coli
Especialista da Oficina do Espresso 
 
 
Já que estamos travando uma guerra contra a pandemia, devemos pensar em soluções e alternativas que possam substituir o bom e velho hábito, que espero retomar em breve, de frequentar as cafeterias e tomar um belo espresso. Afinal, vale a pena ter uma máquina de café em casa?
Recentemente fui convidado a participar de uma live em uma rede social abordando o tema “Máquinas residenciais” e foi uma surpresa o engajamento do público que nos acompanhou por mais de uma hora neste bate-papo, uma resposta clara ao aumento da demanda, proporcional ao tempo de permanência dentro de casa em tempos de COVID-19. No mesmo ritmo, o número de buscas relacionadas ao produto na internet aumentou.
 
Hoje, temos disponíveis no mercado dezenas de máquinas de café es- presso com designs e tecnologias muito sofisticados. Basicamente o princípio do espresso é a extração sob pressão, logo, a máquina deve ter uma ótima bomba e manter a estabilidade térmica para o resultado impecável na xícara. Na busca por um bom equipamento, deve-se dar preferência para marcas de fabricantes mais conhecidos e há mais tempo operando no mercado, pois são esses que vão oferecer um pós-venda de boa qualidade, com garantia contra defeitos e repo- posição pontual de peças.
 
Esses equipamentos vêm surpreendendo pela qualidade do café que en- tregam, inclusive versões com vapo- rização automática de leite para a produção de cappuccinos e outras bebidas. Acredito que cada centavo investido em um bom equipamento vale a pena, pois além de uma ótima bebida em casa, o custo por dose é muito menor que de uma cápsula (cerca de 1/5 do valor se utilizar café especial em grãos de alta qualidade), a experiência é superior, pois os grãos são moídos na hora nos modelos au- tomáticos, além de serem máquinas extremamente duráveis.
 
Você deve estar se perguntando se um investimento em um momento econômico tão turbulento possa ser exagerado, mas a curto prazo a recompensa vem. Máquinas de café residenciais deixaram há tempos de ser apenas bens de consumo e passaram a ser produtos de primeira necessidade.  

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade