Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Cerveja até na sobremesa


postado em 23/06/2019 04:06

Pudim de cerveja com calda de caramelo(foto: Victor Schwaner/Divulgação)
Pudim de cerveja com calda de caramelo (foto: Victor Schwaner/Divulgação)

 

 

De empório a bar especializado em cervejas artesanais. O Protótipo entra no terceiro ano ainda mais transformado, a começar pelo espaço físico, que agora ocupa cinco lojas (no início era apenas uma) e todo o pátio interno da galeria comercial, no Bairro Santa Tereza. O cardápio também passou por mudanças, mas continua com foco na bebida que deu origem ao negócio, inclusive na sobremesa. Os clientes têm à disposição 18 tipos de chope e mais de 100 rótulos de cerveja. Entre elas, está a Santê, de fabricação própria. “Priorizamos os rótulos mineiros, mas acreditamos em cerveja benfeita”, pontua o sócio e sommelier Lucas Zacharias, que fala sobre o plano de montar uma fábrica. Ainda tem drinque feito com licor de cerveja stout, uísque e Campari. Na cozinha, o chef usa cerveja stout para preparar o ragu de lagarto que recheia a porção de pasteis fritos e o pudim com calda de caramelo. Outras duas novidades que não passam despercebidas: bolinho de grão-de-bico frito recheado com shimeji ao molho teriaki e costeletas de cordeiro grelhadas com geleia de hortelã, aspargos e palmito pupunha. Antes que alguém pergunte, os campões de venda continuam a ser servidos, entre eles a versão mineira do fish and chips, com tiras de filé de tilápia empanadas no fubá e batatas rústicas, e o hambúrguer de pão de sal, blend bovino da casa, geleia agridoce de bacon e queijo canastra.

 

Justa homenagem

Dona Lucinha será homenageada na próxima edição da Feirinha Aproxima. Os chefs convidados vão apresentar receitas em memória da mulher que “abraçou” a comida mineira. Algumas são interpretações de pratos que fazem parte do livro da cozinheira, entre elas os cubos de lombo de panela com farofa de fubá torrado, creme de feijão-vermelho, torresminho pipoca e molho picante de limão cravo e o fubá suado do moinho com queijo do Serro, ovos, linguiça da roça, bacon, couve orgânica e farofa de torresmo. O restaurante Dona Lucinha participará servindo canjica, quentão e doces. Lá, será lançada a cerveja Falke Dona Lucinha, que segue o estilo pilsen. A Feirinha Aproxima de junho está marcada para o próximo sábado, no estacionamento do piso Mariana do BH Shopping.

 

 

Alternativa
para o inverno

No frio, poucos se animam a comer salada. Pensando nisso, os sócios da Horta 31 lançaram pela primeira vez um cardápio especial de inverno, só com caldos. Inicialmente, a ideia era servi-los apenas durante a noite, mas os belo-horizontinos pediram e agora tem também no horário do almoço. “Caldo tem muito a ver com a cultura de Minas, principalmente na temporada fria, quando surge a necessidade de ter um produto quente. Por isso, a resposta tem sido muito positiva”, observa Luiz Gustavo Moreira. Os sabores são batata-baroa com frango desfiado e gengibre, abóbora com lagarto desfiado e caldo verde com mandioca e couve (opção indicada para veganos e vegetarianos). É possível adicionar um item do bufê de saladas, como cebola roxa, brócolis e milho, e um acompanhamento, incluindo crouton, alho frito e pimenta calabresa. “Temos a preocupação de não utilizar óleo, manteiga e só trabalhar com leite desnatado. Além disso, todas as carnes são cozidas”, acrescenta o sócio, reforçando a proposta da rede de oferecer uma alimentação saudável. Os caldos estão disponíveis nas 15 lojas da Horta 31 espalhadas por Belo Horizonte. Se a moda pegar mesmo, os sócios pensam em trabalhar com esse cardápio o ano inteiro.


Publicidade