Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

refeição completa

Mistura de café da manhã e almoço, brunch se consolida como opção no fim de semana. Comida é servida com café, chá, milkshake e drinque


postado em 17/02/2019 05:09

Ovos mexidos, bacon, torradas e fonduta de queijo canastra e tulha, do Café Magri(foto: café magri/divulgação)
Ovos mexidos, bacon, torradas e fonduta de queijo canastra e tulha, do Café Magri (foto: café magri/divulgação)


Há pouco tempo, era impensável tomar café da manhã fora de casa. Os hábitos mudaram e até mesmo o brunch caiu no gosto dos mineiros. De origem inglesa, a refeição que mistura café da manhã e almoço é servida em vários estabelecimentos em Belo Horizonte, de café a hamburgueria.


É comum ver fila de espera na porta do Café Magrí. Os sócios comemoram a estratégia acertada de combinar café e comida de qualidade na mesma refeição. “Na teoria, brunch é a união de café da manhã com almoço, mas para os brasileiros veio como uma opção para curtir preguiça, tomar café mais tarde e almoçar – ou não – bem depois”, analisa o chef Rafael Brito.


Há sempre três sugestões de combo, com nomes de artistas surrealistas, que mudam a cada estação. “Penso sempre em valorizar os produtores que estão por perto e as frutas e legumes da estação, além de equilibrar os sabores para não ficar muito pesado”, destaca. Faz parte do cardápio de verão o Miró, que combina pão na chapa com requeijão de raspa e bacon, minipanquecas de abóbora com recheio de cebolas caramelizadas e açaí com creme de coco e granola de paçoca. Outra opção é o Dalí, com ovos mexidos, bacon, torradas de pão de fermentação natural e fonduta de queijos canastra e tulha.
Para completar, o Frida, só com receitas veganas: abobrinha recheada com requeijão de inhame e molho de tomate rústico, salada de frutas com sorbet de limão siciliano e sanduíche de waffle com cogumelos orgânicos salteados. “Uso leite e creme de coco na massa de waffle para substituir leite e manteiga. Fica saudável, bem leve e crocante”, detalha.


No combo está incluída uma bebida, que pode ser escolhida entre café preparado no coador de origem japonesa V60, cappuccino, chá gelado e suco integral. Os clientes ainda têm a possibilidade de pedir à parte coquetéis para acompanhar o brunch, entre eles o Mimosa (espumante e suco de laranja) e o Spritz (espumante, licor de jabuticaba, calda de amora e frutas vermelhas).


A hamburgueria Soul Jazz também entrou nessa onda. Os sócios buscavam uma opção diferente para servir durante o dia e o brunch, muito popular nos Estados Unidos, tem tudo a ver com a proposta da casa. “Seguimos a mesma linha dos hambúrgueres, que têm uma pegada mais americanizada, então trabalhamos muito com ovo e bacon”, explica Maíra Marcolino.


Quem quer tomar um café da manhã reforçado pode escolher uma das seis sugestões do cardápio, todas com nomes de música. Pão de forma artesanal com presunto, manteiga derretida, parmesão, molho bechamel, ovo estrelado e salada de folhas formam o sanduíche Superstition. Já o Na moral tem linguiça artesanal com ovos mexidos, bacon e torradas, enquanto o Vale tudo serve waffle com calda de frutas vermelhas, ovos mexidos e bacon.


Tem também a salada com cogumelos e vegetais grelhados ao molho de mostarda. “Os legumes e os champignons são defumados no char broiler, assim como os nossos hambúrgueres, que passam pela mesma grelha para ficar com gostinho de churrasco” explica. A sócia da Soul Jazz acrescenta que todos os ingredientes são produzidos na casa, entre eles pães e molhos.


Para beber, dois drinques com espumante que são típicos de brunch: Mimosa (laranja) e Bellini (pêssego). Café espresso, chocolate quente, água de coco e milkshake de cappuccino são outras opções.

COM CHÁ É possível também encontrar brunch em casas de chá. Desde que passou a abrir aos sábados, a Chá Comigo apostou nesse serviço. “Pensamos em acolher as pessoas que não querem almoçar, apenas tomar um café da manha mais reforçado”, justifica a proprietária, Laila Moreira.


Os quatro combinados são identificados por nomes de cidades do interior de Minas. Na mistura do Ouro Preto, por exemplo, tem fatias de pão artesanal, ovos mexidos, pão de queijo recheado com copa lombo defumado e cream cheese ou pesto da casa e tomate-cereja, e uma fatia do bolo de dia. Já o São João del-Rei reúne omelete recheado com queijo, tomate e manjericão ou frango com molho mel e mostarda, fatias de queijo (canastra, brie, gruyère ou gorgonzola azul), panqueca com calda de frutas vermelhas e folhado de chocolate.


Para acompanhar, nada melhor que um chá, que pode ser servido quente ou gelado. Entre os blends, todos de origem alemã, destaque para a infusão de frutas vermelhas e o chá branco, que passa por um processo totalmente artesanal. “Os alemães têm fama de fazer os melhores blends do mundo. Eles pegam matéria-prima de vários países e fazem uma bebida muito gostosa”, conta Laila.

 

 

À francesa

 

Um dos programas favoritos de Elisa Dayrell em Paris era comer brunchs. Dois anos depois de abrir a Espetacular Doceria, a chef pâtissier formada pela Le Cordon Bleu lança a refeição entre o café da manhã e o almoço nos moldes franceses. “As opções salgadas e doces chegam à mesa em dois tempos, exatamente como comia em Paris”, informa.


Assim como o serviço, o cardápio do brunch segue o estilo parisiense, salvo algumas adaptações para incluir ingredientes locais. Na primeira etapa, a chef serve pão de queijo no palito recheado com peito de peru, queijo minas e orégano, vol-au-vent (salgado de massa folhada) de alho-poró, quibe com creme aromatizado de hortelã colhido em casa e quiche lorraine, receita com bacon tipicamente francesa. “Pensei em salgados leves para que as pessoas possam aproveitar o que tenho de melhor, que são os doces”, destaca. A bebida pode ser chá ou cappuccino gelados.


Na sequência, é servida uma porção generosa de doces: bombom de nozes, opera (torta francesa com camadas bem finas de café e amêndoas), mil-folhas caramelado de baunilha, dois macarons sortidos, uma fatia de bolo do dia e trio de tartelettes de sabores variados, como frutas vermelhas e chocolate com nozes. Para acompanhar, cappuccino ou chocolate quente.


Elisa quis testar o movimento de sábado oferecendo primeiro a doux matin (doce manhã, em francês). O cliente escolhia um salgado, um doce e uma bebida e montava a sua refeição. Só depois ela lançou oficialmente o cardápio de brunch. A chef agora já planeja ampliar o espaço e o horário de atendimento. “Acredito que, ainda este ano, consiga colocar mesas do lado de fora da loja. Além disso, tenho muita vontade de servir o brunch todos os dias. Algumas pessoas estão até pedindo”, adianta.

 

 

Tartelette de morango Espetacular Doceria

 

Ingredientes

200g de farinha de trigo; 100g de manteiga; 40g de farinha de amêndoas; 100g de açúcar refinado; 1 ovo; 300ml de leite; 2 gemas; 100g de açúcar; 25g de farinha de trigo; 50g de manteiga

Modo de fazer

Em uma tigela, misture todos os ingredientes com as pontas dos dedos até formar uma massa homogênea. Deixe essa massa descansar por cerca de 20 minutos na geladeira, para que ela também fique fria. Após o tempo de geladeira, abra a massa com as pontas dos dedos ou com rolo de macarrão, com uma espessura de mais ou menos 2cm. Coloque-a para assar por cerca de 15 minutos na temperatura mais baixa do forno (1450 é perfeito). Deixe esfriar antes de rechear. Para o creme, ferva em uma panela o leite com o açúcar enquanto bate as gemas na batedeira. Quando as gemas estiverem esbranquiçadas, adicione a farinha e misture a mão. Coloque a mistura de gema e farinha na panela e misture até o creme desgrudar. Acrescente a manteiga com o fogo desligado e misture até incorporar. Leve para gelar por cerca de 30 minutos. Com a base da torta já gelada e o creme também, recheie até bem pertinho da borda. Coloque morangos picados ao meio sobre o creme e sirva gelado.


Publicidade