UAI
Publicidade

Estado de Minas POR PRECAUÇÃO

Susana Vieira é internada para tratar sequelas da COVID no pulmão

Atriz de 79 anos tem leucemia e contraiu COVID-19 no mês passado; diz que está bem e que em breve estará em casa


05/08/2022 16:46 - atualizado 05/08/2022 17:03

Susana Vieira foi internada em um hospital do Rio de Janeiro nesta sexta-feira (5/8) para tratar sequelas da COVID-19 no pulmão. A atriz contraiu a doença no início de julho e precisou ser internada no Centro de Terapia Intensiva (CTI) por protocolo. Ela afirmou que está bem e que em breve estará em casa.


Em 2015, Susana Vieira foi diagnosticada com leucemia linfoide crônica. “A COVID deixou sequelas no pulmão e precisei fazer um ciclo de medicação venosa, por isso estou internada. Como tenho leucemia, é protocolo a internação em CTI”, afirmou a atriz em entrevista ao Gshow.


Susana completará 80 anos neste mês, no dia 23. Ela faz acompanhamento médico constante e ainda tem recaídas da leucemia, mas continua vivendo normalmente e faz sessões de quimioterapia quando necessário.

Quando contraiu a COVID-19, já tinha recebido todas as doses indicadas para sua faixa etária e passou bem. Mesmo quem tem um quadro leve da doença pode ter sequelas. 


A atriz está internada no Copa Star, na zona sul do Rio de Janeiro, onde mora. Ela afirmou que com a medicação e fisioterapia em breve estará em casa.

 

O que é leucemia linfoide crônica?

Também chamada de leucemia linfocítica crônica, a LLC é um tipo de câncer que afeta os linfócitos B, células que protegem o organismo de infecções e outros “inimigos”. Por isso, os pacientes costumam sofrer mais com vírus e bácterias.

Ela não tem cura, mas progride lentamente, permitindo que as pessoas tenham uma boa qualidade de vida por anos ou décadas com a doença.


Alguns dos sintomas são infecções repetidas e severas, anemia, aumento do fígado ou do baço e cansaço. Os pacientes da LLC podem apresentar inchaço nos linfonodos, gânglios do sistema linfático que filtram os líquidos do corpo e acionam células de defesa para combater organismos estranhos.

 

*estagiária com supervisão do subeditor Diogo Finelli.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade