UAI
Publicidade

Estado de Minas 'DECOLORIDADES - PESSOAS E CORES'

Tons da pele negra são tema de exposição artística em Minas Gerais

Mostra ficará aberta para visitação do público em Uberlândia até o dia 30 de março do ano que vem. A entrada é gratuita


26/11/2021 21:46 - atualizado 26/11/2021 22:05

Exposição 'Decoloridades - Pessoas e Cores', em Uberlândia
Mostra pode ser conferida em centro cultural da cidade (foto: Prefeitura de Uberlândia/Divulgação)
Expor tons diversos da negritude e, assim, trazer várias leituras sobre a diversidade negra brasileira. Esse é o tema da exposição artística "Decoloridades - Pessoas e Cores", da artista Vânia Armada, que está aberta ao público em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, até o dia 30 de março do ano que vem. A entrada é gratuita.
 
Em cada uma das artes é possível ver homens e mulheres de pele preta sendo representados de uma maneira diferente, só que cada um com uma proposta original. “As asas que integram o cenário simbolizam o sonho de liberdade e todas as diferenças, assim como as cores das terras”, diz Vânia Amada, natural de Patrocínio, no Alto Paranaíba mineiro.

Uma das telas faz alusão à música "Negro Drama", do grupo musical Racionais Mc’s. Nela, é possível ler a passagem da letra que remete ao fato da pele negra servir como uma capa que os protege e os eterniza como os principais heróis de suas vidas: "eu visto preto por dentro e por fora, guerreiro, poeta, entre o tempo e a memória".  
 

A peça

 
A artista trabalha em diferentes projetos culturais ligados a questionamentos sociais com foco nos povos indígenas, comunidades africanas e expatriados. A obra "Decoloridades - Pessoas e Cores" é exibida na Sala Expositiva da Diretoria de Igualdade Racial da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, que fica no Centro Municipal de Cultura da cidade.
 
De acordo com Vânia Amada, a ideia do painel é alcançar uma escala cromática que harmonize cores através de um aspecto natural usado nos materiais para compor a obra.
 
“Meu trabalho utiliza-se pigmentos naturais da terra e suas variações de cores, sugerindo uma representação de paisagem e ambientalizando com a proposta da nossa existência como habitantes do mesmo planeta Terra”, afirma.
 
A Prefeitura de Uberlândia trouxe a mostra para incentivar as expressões e a cultura negra, procurando celebrar a riqueza da diversidade, principalmente no mês em que é comemorada a Consciência Negra.
 
“A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo sempre esteve de portas abertas para mostrar, por meio da arte, as nossas diferenças, similaridades, raízes e histórias”, explica Mônica Debs, secretária à frente da pasta.
 

Quando conferir

 
A exposição pode ser vista até o dia 30 de março de 2022, de segunda a sexta, das 12h às 17h. Para quem preferir agendar, basta ligar no telefone (34) 3236-8011.
 
A arte estará aberta ao público na Sala Expositiva da Diretoria de Igualdade Racial, no Centro Municipal de Cultura próximo a Praça Jacy de Assis (antigo fórum), no Centro de Uberlândia.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade