UAI
Publicidade

Estado de Minas LUTO

Aos 91 anos, morre Stephen Sondheim, gênio dos musicais dos EUA

Causa da morte foi natural, segundo o advogado; compositor havia celebrado o Dia de Ação de Graças com um jantar entre amigos.


26/11/2021 21:12 - atualizado 26/11/2021 21:31

Homenagem de Obama
Compositor foi homenageado por Barack Obama em 2015 (foto: Nicholas Kamm/AFP)
   
Famoso compositor de músicas da Broadway, Stephen Sondheim morreu nesta sexta-feira (26/11), aos 91 anos, em Nova York. A morte foi anunciada pelo seu advogado e amigo Richard Pappas, que afirmou que “a causa foi natural”.
 
Nesta quinta-feira (25/11), o compositor havia celebrado o Dia de Ação de Graças com um jantar entre amigos.  
 
Suas obras mais famosas como compositor e letrista incluem "A funny thing happened on the way to the forum", "Company", "A little night music", "Follies" e "Sweeney Todd", bem como as letras para "West Side story" e "Gypsy". 
 
Vários dos musicais de sucesso de Sondheim foram transformados em filmes, incluindo "Caminhos da floresta", estrelado por Meryl Streep, e "Sweeney Todd", com Johnny Depp. Uma nova versão cinematográfica de "Amor, sublime amor", para a qual Sondheim escreveu a letra da música de Leonard Bernstein, que vai estrear no próximo mês.

Sondheim ganhou em 1980 o Oscar pela canção "Sooner or later," cantada por Madonna, do filme "Dick Tracy". Em seu currículo, ainda há oito Grammys e nove prêmios Tony como melhor música.
 
Ele foi o compositor mais reverenciado e influente do teatro da última metade do século 20, ainda que não tenha sido o mais popular. Seus espetáculos, normalmente muito elogiados pela crítica, quase nunca foram grandes sucessos. 
 
O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, homenageou Sondheim nas redes: "Uma das luzes mais brilhantes da Broadway se apagou esta noite. Que ele descanse em paz". 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade