UAI
Publicidade

Estado de Minas LITERATURA

A chegada da primavera marca o início do Circuito Saraus das Estações

Cinco iniciativas do gênero em BH se uniram. Programação começa neste sábado (25/09) e inclui outras manifestações artísticas, como música, performance e dança


25/09/2021 04:00 - atualizado 25/09/2021 08:06

A atriz, cantora, compositora, diretora e escritora Luísa Bahia participa do sarau de hoje, que conta também com Luiza Da Iola e Nívea Sabino
A atriz, cantora, compositora, diretora e escritora Luísa Bahia participa do sarau de hoje, que conta também com Luiza Da Iola e Nívea Sabino (foto: Ethel Braga/Divulgação)


A primavera começou oficialmente na última quarta-feira (22/09). Com a nova estação, chega também um novo evento cultural a Belo Horizonte. O Circuito Saraus das Estações foi criado com o intuito de consolidar uma agenda do formato e fomentar a produção de novos artistas independentes da cidade. 
 
A iniciativa nasce da articulação entre cinco eventos já existentes na capital mineira: o Sarau Dengo, o Sarau D'Morais, o Sarau da Iaiá, o Colabhorasom e o Sarau Mulheres Criando.
A partir deste sábado (25/09) até o próximo dia 23, esses cinco saraus promovem apresentações de música, performance, dança e outras linguagens, como forma de celebrar a primavera e apresentar um panorama de artistas da cena local. 
 
Cada evento contará com três apresentações realizadas em diferentes espaços de BH e transmitidas virtualmente por meio do canal do circuito no YouTube, sempre aos sábados.  
 
O Sarau Dengo, criado pela cantora e compositora Flávia Ellen, marca a estreia do evento hoje, às 16h, com apresentações da atriz, cantora, compositora, diretora e escritora Luísa Bahia, da cantora Luiza Da Iola, e da poeta-slammer, ativista e educadora social Nívea Sabino. As três gravaram suas participações no Centro Cultural São Geraldo, localizado na Região Leste da capital.
 
LIBERDADE "Os próprios artistas convidados são responsáveis pelo formato de suas apresentações. Cada um é livre para fazer o que quiser em um intervalo de 30 minutos. Preservar a liberdade artística é uma das principais características dos saraus. Os artistas só precisam respeitar o limite de tempo e aproveitá-lo da melhor maneira possível com seu trabalho", explica Flávia.
 
Além de responsável pelo Sarau Dengo, ela é a idealizadora do Circuito Saraus das Estações. Segundo a cantora e compositora, a ideia de reunir diferentes eventos belo-horizontinos em uma iniciativa só surgiu no final de 2019 e estrearia em 2020, mas foi adiada devido à pandemia.

"O projeto já estava pronto para ser submetido em editais no final do ano [2019], mas veio a pandemia e a gente teve que esperar mais um pouco. A grande vantagem é que, quando eu o concebi, já pensei nele em formato híbrido, com transmissão on-line, como forma de democratizar o acesso", ela conta.
 
Realizada com recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Belo Horizonte, a primeira rodada do circuito não terá a presença do público, mas, ainda assim, fará um giro pela cidade. Além do Centro Cultural São Geraldo, o evento passará por lugares como o Collab, o Centro Cultural Urucuia, a Bagueteria Francesa e a Casa de Referência da Mulher Tina Martins.
 
"Nesse primeiro momento, nós vamos realizar o evento de forma on-line porque, apesar da reabertura da cidade, alguns desses espaços ainda não estão recebendo eventos com público", diz Flávia.
Segundo ela, os cinco eventos que integram o circuito têm em comum a natureza colaborativa de suas atividades, tendo sido idealizados por artistas como forma de criar uma plataforma para dar visibilidade aos seus trabalhos e aos de colegas.
 
"Todas essas iniciativas estão preocupadas com a diversidade de suas programações. É só olhar para a lista de artistas convidados e perceber que estão ali artistas brancos, negros e indígenas. Os produtores tiveram total autonomia, e ver o quão diverso o nosso evento ficou é um reflexo dos valores que eles têm antes mesmo de todos nos unirmos", afirma Flávia Ellen.
 
Além de Flávia, o circuito contou com a produção de Marquim D'Morais (Sarau D'Morais), Iaiá Drumond (Sarau da Iaiá), Pedro Sá (Colabhorasom) e Amorina (Sarau Mulheres Criando).
Como o nome sugere, o Circuito Saraus das Estações volta a ser realizado no verão, no outono e no inverno, em 2022. 
 
 
Confira a programação completa: 
 
»  25/09 – Sarau Dengo
Luísa Bahia
Nívia Sabino 
Luiza Da Iola
 
»  2/10 – Sarau D'Morais
Hugo Zschaber
Menino Jaz
Kainná Tawá
 
»  9/10 – Sarau da Iaiá
Júlia Tizumba
Cliver Honorato
Pitucho
 
»  16/10 – Colabhorasom
Renata Lopes
Péricles Garcia
Ninho Mathias
 
»  23/10 – Sarau Mulher 
Criando: "Negra voz"
Maíra Baldaia
Bia Nogueira
Débora Costa  
 
 
CIRCUITO SARAUS DAS 
ESTAÇÕES – SARAU DENGO

Sábado (25/09), às 16h, por meio do canal Circuito Saraus das Estações no YouTube. Com Luísa Bahia, Nívia Sabino e Luiza Da Iola. As próximas edições ocorrem em 2/10 (Sarau D' Moraes), 9/10 (Sarau da Iaiá), 16/10 (Colabhorasom) e 23/10 (Sarau Mulheres Criando: "Negra voz"). Mais informações no @sarausdasestacoes, no Instagram   


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade