Publicidade

Estado de Minas PSICOLOGIA

Livro 'Autoconhecimento' alia arte à inteligência emocional

Na publicação ligada à londrina The School of Life, elementos da literatura, filosofia e psicanálise ajudam o leitor a compreender as próprias emoções


01/08/2021 04:00 - atualizado 01/08/2021 07:29

A editora Simone Paulino diz que
A editora Simone Paulino diz que "Autoconhecimento" vem ao encontro tanto do indivíduo quanto da coletividade (foto: Editora Nós/divulgação)

“Autoconhecimento”, primeira publicação da parceria firmada entre a Editora Nós e a britânica The School of Life, marca o início da coedição de vários títulos com o intuito de promover a inteligência emocional por meio da cultura.

“Com esse selo, traremos ao Brasil uma série de livros publicados pela The School of Life em Londres, que já circulam em outros países. Eles extraem da literatura, da filosofia, da psicanálise e das artes em geral conhecimentos e saberes que podem nos ajudar a viver, fazendo isso de forma leve, acessível e generosa”, afirma Simone Paulino, diretora editorial da Nós.

EMOÇÕES

“Autoconhecimento” aborda, com linguagem acessível e direta, temas da psicologia – como transferência, negação ou sintomas – associados ao controle das emoções e de sentimentos que afloram na rotina de vida.

Sempre valorizando a subjetividade de cada um, a aposta é de que ao conhecer a própria mente, as pessoas aprendam a lidar com ela de forma mais proveitosa e sem sofrimento, extraindo o melhor de suas próprias potencialidades.

De acordo com a The School of Life, o autoconhecimento é a base para o desenvolvimento das habilidades emocionais já trabalhadas pela escola em cursos, vídeos, livros, jogos e afins.

“É um antigo sonho nosso trazer os principais livros da The School of Life para serem editados no Brasil”, declara a jornalista Diana Gabanyi, sócia-fundadora da filial brasileira.

Há dois anos, em encontro em Londres com Alain de Botton, filósofo, escritor e fundador da matriz londrina, Diana Gabanyi e a empreendedora Jackie de Botton aceitaram o desafio de trazer a iniciativa ao Brasil.

Referência no ensino de inteligência emocional, a The School of Life foi fundada em 2008 e está presente na Austrália, França, Turquia, Alemanha, Coreia do Sul, Taiwan, Bélgica e Holanda. Oferece cursos com base em seis temas centrais: autoconhecimento, relacionamentos, trabalho, calma, capacidade de viver em companhia do outro, e cultura e lazer.

“Um grande obstáculo ao autoconhecimento e, por sua vez, a uma vida plena é a tendência de uma parte da mente de mentir para a outra. Mentimos para nós mesmos por um motivo que parece bastante compreensível: queremos evitar o sofrimento. Viramos especialistas em empurrar pensamentos perturbadores para as profundezas do inconsciente, pois estamos com medo”, assinala o livro, ao introduzir a temática da negação.

O ensaio também trabalha a importância de amor-próprio, franqueza, confiança e comunicação. Apresenta dicas de meditação filosófica para que o leitor, a partir delas, consiga identificar e lidar melhor com a ansiedade, a tristeza e o entusiasmo por meio de exercícios práticos que podem ser feitos a qualquer momento do dia e em qualquer lugar.

“Em um mundo perfeito, duas pessoas em um jantar, num de seus primeiros encontros, trocariam árvores genealógicas muito bem desenhadas com o nome ‘Minha Herança Emocional’. Tal árvore ainda seria algo para se dar de presente no casamento, e seria exigida pelas empresas junto do currículo. Uma herança emocional complexa não deve ser fonte de vergonha; há orgulho em compreender as partes que nos constituem”, diz o texto.

CAMINHOS

O livro apresenta várias perguntas que conduzem o leitor à reflexão sobre sua identidade e à construção do caminho para o autoconhecimento. Também há dicas para que esse processo de autoanálise evolua de forma concreta e prática.

“É um ensaio tão simples quanto delicioso sobre uma das tarefas mais duras e fundamentais da história da humanidade: conhecer a si mesmo, para, a partir do eu, chegar a um ‘nós’, a essa esfera do coletivo a que tanto precisamos ascender como humanidade”, diz a editora Simone Paulino.


DICAS

“Um grande obstáculo ao autoconhecimento e, por sua vez, a uma vida plena é a tendência de uma parte da mente de mentir para a outra. Mentimos para nós mesmos por um motivo que parece bastante compreensível: queremos evitar o sofrimento.”

“Uma herança emocional complexa não deve ser fonte de vergonha; há orgulho em compreender as partes que nos constituem.”

. Trechos de “Autoconhecimento”

(foto: Editora Nós/reprodução)
(foto: Editora Nós/reprodução)

“AUTOCONHECIMENTO”
• The School of Life e Editora Nós
• 80 páginas
• R$ 58


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade