Publicidade

Estado de Minas ARTES CÊNICAS

'Acredite, um espírito baixou em mim' volta aos palcos neste fim de semana

Comédia que estreou em 1998 e é recordista de longevidade no teatro mineiro terá sessões neste sábado (24/07) e domingo (25/07) no Cine Theatro Brasil Vallourec


24/07/2021 04:00 - atualizado 24/07/2021 07:41

Ilvio Amaral em cena de 'Acredite, um espírito baixou em mim'. Espetáculo estreou em 1998 e já teve versão cinematográfica(foto: Cláudia Rocha/Divulgação)
Ilvio Amaral em cena de 'Acredite, um espírito baixou em mim'. Espetáculo estreou em 1998 e já teve versão cinematográfica (foto: Cláudia Rocha/Divulgação)
A reabertura gradual da agenda cultural de Belo Horizonte traz neste fim de semana de volta ao cartaz o maior sucesso teatral na capital mineira. “Acredite, um espírito baixou em mim”, cuja primeira montagem estreou há 23 anos, ocupa o palco do Cine Theatro Brasil Vallourec neste sábado (24/07), às 21h, e no domingo (25/07), às 19h. 

Um dos dois únicos intocáveis do elenco da peça, ao lado de Mauricio Canguçú, Ilvio Amaral é só entusiasmo com a retomada das apresentações, depois de 18 meses longe do palco. 

“Estou fazendo a coisa que eu mais amo na vida, que é levar alegria para as outras pessoas”, afirma, ressaltando que o riso se torna ainda mais necessário num contexto de crise e desolação como o que o país atravessa, devido à pandemia da COVID-19. 

Até descobrir que o teatro era o que mais ama fazer na vida, Ilvio Amaral percorreu um longo caminho. “Comecei estudando pedagogia, larguei e passei para psicologia. Larguei a psicologia e fui fazer desenho plástico. E larguei desenho para ir para a educação artística”, conta, sem segurar o riso.

Embora tenha feito trabalhos na TV, incluindo a extinta Manchete, a Record e a Globo e conte com mais de 50 espetáculos no currículo, é por seu papel em “Acredite...” que Ilvio Amaral é reconhecido pelo público. 

No texto de Ronaldo Ciambroni, um homossexual se revolta com sua morte repentina e volta à Terra reencarnando no corpo de um machista radical prestes a se casar. O novo comportamento do “possuído” pelo espírito enseja uma série de situações cômicas. 

CRÍTICA

 A peça já recebeu prêmios, incluindo o Sesc/Sated de melhor ator para Ílvio Amaral; ganhou uma versão cinematográfica e teve seu percurso contado em livro do jornalista Jefferson da Fonseca Coutinho.

No entanto, a repercussão nem sempre foi unânime. Ilvio conta que, ao longo dos anos, público e crítica muitas vezes apresentaram opiniões divergentes sobre a peça.

 “Muita gente já chegou para a gente e contou que conseguiu assumir sua sexualidade para os pais (depois de ver o espetáculo), e muitos pais contaram que aprenderam a lidar com a sexualidade dos filhos”, diz o ator e produtor. “Mas em muitos momentos nossa peça também já foi criticada por ser politicamente incorreta.”

Ele, no entanto, toma distância da discussão mais séria sobre a abordagem da homossexualidade. “A gente não quer falar de preconceito, não quer falar de bullying, tudo o que a gente faz é uma grande brincadeira, sempre atentando para o respeito e buscando fazer as pessoas rirem.”

“ACREDITE, UM ESPÍRITO BAIXOU EM MIM”
De: Ronaldo Ciambroni. Direção: Sandra Pêra. Com Ilvio Amaral, Maurício Canguçú, Dannyelle Gama e José Vilaça. Cine Theatro Brasil Vallourec (Av. Amazonas, 315, Centro). Neste sábado (24/07), às 21h, e domingo (25/07), às 19h. Ingressos: R$ 50 e R$ 25 (meia), à venda na bilheteria e pelo site Eventim 

*Estagiário sob supervisão da editora Silvana Arantes


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade