Publicidade

Estado de Minas FOTOGRAFIA

Aristides Alves lança livro com diálogos fotográficos durante a pandemia

Fotógrafo mineiro apresenta nesta terça (6/4) 'Num rastro de relâmpago', que também marca a retomada do projeto Foto em Pauta


06/04/2021 04:00 - atualizado 06/04/2021 07:21

Aos 72 anos, o fotógrafo aderiu ao isolamento social para evitar o contágio pelo vírus e trabalhou com fotos de seu arquivo(foto: Fotos: Aristides Alves/divulgação)
Aos 72 anos, o fotógrafo aderiu ao isolamento social para evitar o contágio pelo vírus e trabalhou com fotos de seu arquivo (foto: Fotos: Aristides Alves/divulgação)
Promover um diálogo com a memória fotográfica em tempos de pandemia. Esse é o propósito do escritor e fotógrafo mineiro, radicado em Salvador, Aristides Alves, que lança nesta terça-feira (6/4), às 19h30, o livro “Num rastro de relâmpago”.

O lançamento marca a volta do projeto Foto em Pauta, coordenado pelo fotógrafo Eugênio Sávio. A palestra traz as participações especiais das pesquisadoras e curadoras Ângela Magalhães e Nadja Peregrino, e do próprio Sávio, que também coordena o Festival de Fotografia de Tiradentes. A transmissão será ao vivo pelo canal do projeto no YouTube.

Esse é o 20º livro lançado por Aristides. Ele revela que a ideia começou no segundo semestre de 2019, quando teve que fazer uma cirurgia. “A operação foi um sucesso, pois fiquei somente dois dias no hospital, porém tive que ficar uns dois meses em casa me recuperando. Quando estava quase curado surgiu a pandemia causada pelo coronavírus. Foi aí que comecei a pensar nessa transitoriedade da vida e nas questões que sempre pensamos quando estamos diante de uma situação de risco. Lembro-me de que passou um filme pela minha cabeça.”

Nascido em Belo Horizonte e hoje com 72 anos, o fotógrafo revela que pertence aos grupos de risco, tanto pela idade quanto pela cirurgia a que teve de se submeter e, por isso, acabou ficando preso em casa.

“Realmente, fiquei recluso, com toda essa tensão e medo. Então, comecei a trabalhar nesse projeto. Uso a cintilografia e a radiologia junto com fotos e imagens de infância, construindo uma historiografia com uma narrativa. Foi através desses fragmentos de imagens fotográficas e radiológicas de vários anos e suportes diferentes que consegui construir a história.”
Elementos da natureza - água, fogo, terra e ar - estão presentes no 20º livro do fotógrafo mineiro
Elementos da natureza - água, fogo, terra e ar - estão presentes no 20º livro do fotógrafo mineiro

Aristides explica que os fragmentos foram se encaixando uns aos outros à medida que foi construindo o livro. “Percebi isso durante o processo e fui formando uma engrenagem que foi dando construção a essa narrativa. O livro traz fotos minhas passeando pela Avenida Afonso Pena, em BH, quando tinha 7 anos; outras no Rio de Janeiro, quando minha família se mudou para lá; e também da Bahia, onde moro desde os anos 1970. E dentro desse arco temporal vêm todas as fotos que dão reflexões sobre essas questões da vida, como o destino, o percurso e outras relacionadas à vida, que são os elementos da natureza: água, fogo, terra e ar.”

Mas o fotógrafo revela que também vêm juntas todas as questões de afetividade. “Enfim, toda uma reflexão que originou o fato de estar recluso. Pra mim, o livro é uma forma de ver como o nosso trabalho pode elucidar situações, como a deste caos, de quando você se sente acuado, como é o meu caso, e de como a arte salva. Também há fotos tiradas em Salvador.”

Aristides garante que há fotos muito interessantes, como a do primeiro filme que revelou, em 1974. “Fotografei, revelei e ampliei de forma amadora. No livro tem a reprodução dessa ampliação, completamente analógica.”

Ele explica que a narrativa inclui registros familiares da sua infância e adolescência, divididas entre BH e o Rio de Janeiro, trazendo também fotos da infância dos dois filhos e o primeiro registro que fez de sua mulher, a atriz Joana Luiza Schnitman, na sua estreia com uma máquina fotográfica.

Ele se lembra de que era o primeiro rolo de filme clicado e revelado por ele mesmo em Salvador. “Ao lado dessa foto, há outras que fiz com o celular, há dois anos. O livro traz essa mistura de técnica, assim como várias leituras, além de imagens feitas com vários tipos de filmes”. A obra tem 66 fotografias, organizadas em dípticos, trípticos e polípticos, em originais feitos com filmes de rolo, negativos 6x6, cromos, fotos de celulares e resultados de exames de imagem.

A fotografia chegou até Aristides quando ele tinha 20 e poucos anos. “Quando cheguei a Salvador, fui trabalhar como ator, porém fiz algumas incursões pela música, mas acabei me formando em biologia. Queria fazer fotografia como hobby. Um ano após me formar, não consegui fazer mestrado e como já fazia fotos de música e teatro, em 1975, fui chamado para trabalhar na Bahiatursa. Aí é que fui fazer comunicação na UFBA, onde me formei e dei sequência à minha vida como fotógrafo.”
O projeto Foto em Pauta, que promovia exposições regularmente, voltou o seu foco em 2021 para a edição de fotolivros
O projeto Foto em Pauta, que promovia exposições regularmente, voltou o seu foco em 2021 para a edição de fotolivros

ESTREANTES 

O fotógrafo Eugênio Sávio esclarece que o público poderá participar e comentar durante a transmissão da palestra ou mesmo acessar o conteúdo logo após a sua realização, pois ficará disponível no canal do Foto em Pauta no YouTube. O evento marca também a volta da nova edição do Prêmio Foto em Pauta, que editará publicações de autores estreantes.

“O projeto vem sendo realizado desde 2004, com a ideia de trazer personagens a BH para fazer palestras. Este ano será a primeira vez que vamos fazer de forma on-line.”

Além do lançamento do livro de Aristides, Sávio destaca as participações das pesquisadoras Angela e Nadja no evento e a retomada do Foto em Pauta. “Ficamos parados no ano passado e só fizemos o Festival de Fotos de Tiradentes. Em 2020, no evento de Tiradentes, muitas coisas foram feitas de maneira on-line. Em 2021, queremos focar na questão dos livros de fotografia.”
Aristides Alves usa na obra as técnicas da cintilografia e radiologia junto com fotos antigas ou de sua infância
Aristides Alves usa na obra as técnicas da cintilografia e radiologia junto com fotos antigas ou de sua infância

Ele ressalta que o Foto em Pauta é hoje uma plataforma que os fotógrafos vêm usando e que está sendo muito forte no Brasil e no exterior, com muitos profissionais publicando seus trabalhos.

“Há vários livros de fotógrafos de BH e de outros estados, além dos que ainda serão publicados. Aristides é um nome importante na fotografia brasileira e tem uma trajetória de décadas de criação, já tendo publicado muitos livros. E nesse período de isolamento, publicou mais esse.”

Sávio reforça que a cirurgia e o isolamento social estimularam o fotógrafo mineiro a fazer o livro. “Foi uma história difícil pra ele, que, durante a sua recuperação, ficou olhando para o próprio acervo e, através dele, construindo imagens.”

Quanto à volta do projeto, diz que está muito feliz. “Muitos eventos acontecerão nessa nova temporada. No período de isolamento do ano passado, tivemos incremento no número de seguidores nas redes sociais, no nosso canal no YouTube. Com isso, nos tornamos realmente uma plataforma de conteúdo on-line.”

PREMIAÇÃO

 Ele ressalta que criou o Foto em Pauta em 2004 e adianta que, em 20 de abril, estará de volta também o Prêmio Foto em Pauta. “Vamos editar a obra de alguém que ainda não tenha livro publicado. Nesse dia faremos uma live de lançamento para apresentar o edital e as regras. Esse é o diferencial. Como não será presencial, não teremos despesas com passagens e hospedagem dos participantes e, com isso, empregaremos o recurso na impressão do livro.”

Sávio ressalta que essa nova temporada será totalmente dedicada ao fotolivro, no intuito de trazer a experiência de pessoas que publicaram suas obras. “O livro de fotografia será o foco este ano, culminando no segundo semestre com a impressão da obra.” Ele lembra que já aconteceram cinco edições do Prêmio Foto em Pauta.

“NUM RASTRO DE RELÂMPAGO”
Aristides Alves
72 páginas
R$ 60
Lançamento nesta terça (6/4), às 19h30, com transmissão pelo YouTube do projeto Foto em Pauta



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade