Publicidade

Estado de Minas ARTES CÊNICAS

Peça desenvolvida no Zoom encena o drama de quem pede o auxílio emergencial

'Em análise' tem suas duas últimas sessões, gratuitas, nesta segunda (29/3) e terça (30/3)


29/03/2021 04:00 - atualizado 29/03/2021 07:11

Trama se desenrola em central de atendimento governamental para concessão do benefício(foto: Magnólia Cultural/Divulgação)
Trama se desenrola em central de atendimento governamental para concessão do benefício (foto: Magnólia Cultural/Divulgação)
O foco do espetáculo "Em análise" é o presente mais imediato. Produzida por meio da plataforma Zoom, com artistas em diferentes partes do país, a peça tematiza a situação de vulnerabilidade dos cidadãos que tentam obter o auxílio emergencial, no contexto da pandemia do novo coronavírus.

"Propomos uma coisa quase impossível, que é rir da nossa desgraça, dar um ponto de vista um pouco mais humorístico. Sabemos que é muito difícil assistir a tudo que está acontecendo, da forma que está acontecendo", diz o dramaturgo Bruno Sperança. 

Em cena estão os personagens Joy, Miguel, Tarcísio e Telma, que trabalham no fictício prédio de contas do auxílio emergencial do governo – uma central de atendimento ao cidadão que está com dificuldades em receber o benefício. Eles são interpretados por Lucas Sancho e Marisa Bezerra, que moram atualmente em São Paulo, e por Elisa Porto e Ricardo Tabosa, que estão em Fortaleza.

A temporada entrou no ar com transmissão pelo YouTube no começo deste mês e se encerra nesta terça-feira (30/3). Sperança se diz satisfeito com os resultados até aqui.  “Estamos entendendo cada vez mais o que passa nessa experiência on-line. E, no nosso caso, é uma peça que trata de coisas muito atuais. Vamos adicionando notícias e coisas que acontecem no mundo”, diz.

Ele cita exemplos: “Falamos dos trending topics do Twitter, das vacinas, das medidas de segurança, tudo através desses funcionários fictícios do governo. É um risco grande, mas tem funcionado.

"Em análise"
• Espetáculo virtual. Nesta segunda (29/3) e terça (30/3), às 20h, no canal Magnolia Cultural no YouTube. Gratuito. Classificação indicativa: 14 anos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade