Publicidade

Estado de Minas ARTES VISUAIS

Pinturas de Carol Peso revelam a poesia do corriqueiro na cena urbana

Fios, postes, grades e pequenos detalhes da cidade ganham novo significado nas 16 telas da mostra 'INsignificâncias', que será aberta na Casa Fiat


22/03/2021 04:00 - atualizado 22/03/2021 07:39

 
Em
Em "Anteparo", grades são a moldura da natureza no espaço urbano (foto: Carol Peso/divulgação)
Depois de um ano de isolamento social, trabalho remoto e rotinas totalmente alteradas pela pandemia, a saudade do 'velho normal' se manifesta até nas coisas mais corriqueiras. Se antes passávamos sem perceber por detalhes de nossos caminhos diários, atualmente é possível sentir falta até dos elementos mais básicos. Alguns deles estão retratados pela sensibilidade da artista plástica Carol Peso na exposição virtual “INsignificâncias”, que será aberta na terça-feira (23/3), na Casa Fiat de Cultura.

Mestre em arquitetura e urbanismo antes de se graduar em artes plásticas pela Escola Guignard da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg), embora a pintura faça parte da vida de Carol desde a adolescência, ela conta que desenvolveu uma percepção mais cuidadosa da cidade. “Depois que comecei o processo mais profissional nas artes, trouxe para a pintura minha experiência da arquitetura, que é olhar para elementos coadjuvantes da paisagem”, afirma.

Câmeras e fios se entrelaçam em
Câmeras e fios se entrelaçam em "Medusa", roubando o espaço do céu (foto: Carol Peso/divulgação)
 

URBANA


Carol Peso se define como uma pessoa urbana. “Gosto de estar na cidade, sempre tive interesse pelas estruturas que passam despercebidas por serem muito cotidianas, muito corriqueiras, mas com enorme potência. Elas têm a atuação constituidora de uma identidade espacial. A série de pinturas que comecei a desenvolver em 2018 foi surgindo um pouco por aí”, explica.

A transformação de sutis percepções em pintura passou pela fotografia. “Gosto muito de caminhar e sempre levo comigo um aparelho fotográfico para fazer registros, geralmente um celular”, revela. Os cliques mais inspiradores vão para a tela, mas Carol faz questão de deixar claro que a pintura “tem autonomia”.

“Não fico presa à foto. Essa autonomia vem muito da relação que as cores estabelecem entre si na tela. Trabalho a sobreposição de camadas, faço ranhuras, raspagens na tinta, busco efeitos visuais e, às vezes, até uso espessantes. Assim vou construindo as imagens. A fotografia é o ponto de partida, mas quando começo não sei aonde vou chegar.”

A exposição reúne 16 pinturas em acrílica sobre tela – 13 com fotos de Carol e três baseadas em fotografias feitas por outras pessoas. Em “Camafeu”, que surge em três versões, a tinta retrata o emaranhado de fios elétricos entre postes.

Em “Anteparo”, ganham destaque as grades dos portões das casas. “Sobre quarentenas e ipês” traz uma árvore florida em meio aos prédios.

A pandemia deu ao conjunto um caráter mais nostálgico. “A quarentena fez a gente sentir falta do que era corriqueiro, das nossas rotinas, dos elementos que pontuam nosso dia a dia e que, de repente, ficaram distantes da gente por tempo indeterminado. Neste momento de distanciamento, trabalhar o corriqueiro tem a importância de conciliar nossa saudade através da arte”, analisa Carol Peso.

“INsignificâncias” foi contemplada pelo 4º Programa de Seleção da Piccola Galleria da Casa Fiat. Apesar da exibição virtual, devido à impossibilidade de visitação presencial por causa da COVID-19, o conjunto de obras estará instalado no espaço físico.

QR CODE


A ideia original era oferecer ao visitante um QR Code, posicionado ao lado de cada tela, para mostrar a versão digital da foto que inspirou aquela pintura. Essa proposta foi transportada para a versão on-line da mostra.

“O público terá a real noção de como seria a exposição montada na galeria. A Casa Fiat oferece visitas virtuais com mediação ao vivo, por meio de seu programa educativo. É uma entrada virtual na galeria”, comenta a artista.

Carol Peso participará de bate-papo ao vivo na abertura da mostra, na terça-feira (23/3), às 19h. Interessados devem se inscrever gratuitamente pelo site Sympla, que enviará o link da transmissão.

“INsignificâncias”

Pinturas de Carol Peso. Mostra virtual gratuita, na Piccola Galleria da Casa Fiat de Cultura. De terça-feira (23/3) a 9 de maio. Visitas guiadas on-line devem ser marcadas pelo e-mail agendamento@fcagroup.com ou pelo site www.sympla.com.br. Informações: www.casafiat.com.br 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade