Publicidade

Estado de Minas Uai, Indica Essa

Confira as polêmicas que envolvem o Grammy

Grande prêmio da música, adiado para este domingo (14/03), é o primeiro sem plateia, devido à COVID-19. Conheça a história e as crises por trás do evento


13/03/2021 04:00 - atualizado 13/03/2021 08:43

O Grammy deste domingo (14/03) provocou controvérsias muito antes de começar. Confira nesta edição do Uai, Indica Essa algumas das principais polêmicas que envolvem o grande prêmio da música nos Estados Unidos, como funciona a votação para escolher os vencedores e a história desse evento.


Uma das maiores ausências sentidas na lista de indicados do Grammy 2021 foi a de The Weekend. A indignação dos fãs e não fãs de Abel se deu porque o cantor canadense dominou os rankings musicais dos Estados Unidos em 2020 e ainda ganhou dois prêmios do Video Music Awards. 

Apesar da música “Blinding Lights”, do álbum “After Hours”, ser a primeira música a passar um ano inteiro (52 semanas) dentro do Top 10 do ranking da Billboard, quebrando vários outros recordes, o cantor foi ignorado pelo Grammy. 

O cantor canadense postou no Twitter uma mensagem cobrando uma posição da organização do prêmio. “O Grammy segue corrupto. Vocês devem a mim, aos meus fãs e à indústria transparência”, criticou.


Crítica à indústria da música
Em 2020 houve outro caso de descontentamento com a premiação. O cantor Kanye West publicou no Twitter um vídeo que mostra o troféu em formato de gramofone, prêmio entregue aos vencedores, dentro de uma privada, enquanto urina nele. 

De acordo com o cantor, o vídeo foi um protesto contra a indústria da música dos EUA que, segundo ele, escraviza artistas. West é um dos maiores vencedores do Grammy: indicado 57 vezes e vencedor de 21 estatuetas. Mas não foi em nenhuma vez em categorias fora do Rap/R&B. “My Beautiful Dark Twisted Fantasy”, álbum do cantor lançado em 2010 e considerado um dos melhores da década, também foi esnobado pela premiação.


Compra de votos e estupro
Também em 2020, Deborah Dugan falou sobre a The Recording Academy, organização responsável pelo Grammy. Dugan foi afastada do cargo de presidente da instituição pouco mais de 5 meses após ter assumido, sendo a primeira mulher a ocupar o cargo. A empresa disse que a decisão era por conta de má conduta da funcionária.  

Deborah, no entanto, disse que a demissão ocorreu apenas três semanas após ter enviado um e-mail para o RH da empresa, no qual anexou um processo de 46 páginas em que aponta diversas irregularidades e crimes da “liderança historicamente dominada por homens” da Academia. No processo, Deborah acusou o conselheiro-geral da Recording Academy, Joel Katz, de assédio sexual. Em comunicado enviado à revista “Rolling Stone”, os advogados de Katz negaram as acusações. 

Outra parte do processo diz respeito a uma acusação de estupro contra o ex-presidente Neil Portnow. Deborah conta que, antes de assumir o cargo, foi chamada para uma reunião confidencial com uma “artista estrangeira” e descobriu que essa mulher teria sido estuprada pelo executivo depois de um show no Carnegie Hall. Deborah também denunciou compra de votos na Academia. De acordo com ela, existem “comitês secretos” que decidiam quais seriam os indicados de cada categoria. Segundo a ex-funcionária, o “clube dos meninos”, responsável pelas votações, promovia atitudes sexistas e repudiava artistas do rap e R&B.
 

Data alterada pela pandemia
O Grammy 2021 estava marcado para ocorrer em 31 de janeiro, mas devido ao agravamento da pandemia de coronavírus em Los Angeles, os organizadores decidiram adiar o evento. Pela primeira vez o prêmio acontece sem plateia, mas isso não impedirá que grandes nomes da música se apresentem.

O cantor britânico Harry Styles vai abrir a festa, ele também concorre em três categorias: performance solo pop, com “Watermelon sugar”; melhor disco de pop vocal, com “Fine line” e melhor clipe, com “Adore you”. Outros 21 cantores também tiveram suas apresentações confirmadas, algumas serão ao vivo e outras, gravadas, incluindo BTS, Taylor Swift, Dua Lipa, Bad Bundy. 

 
Confira a lista de indicados ao Grammy 2021
Gravação do ano:
  • “Black Parade” - Beyoncé
  • “Colors” - Black Pumas
  • “Rockstar” - DaBaby Featuring Roddy Ricch
  • “Say So” - Doja Cat
  • “Everything I Wanted” - Billie Eilish
  • “Don’t Start Now” - Dua Lipa
  • “Circles” - Post Malone
  • “Savage” - Megan Thee Stallion Featuring Beyoncé

Álbum do ano:
  • “Chilombo” - Jhené Aiko
  • “Black Pumas (Deluxe Edition)” - Black Pumas
  • “Everyday Life” - Coldplay
  • “Djesse Vol.3” - Jacob Collier
  • “Women in Music Pt. III” - HAIM
  • “Future Nostalgia” - Dua Lipa
  • “Hollywood’s Bleeding” - Post Malone
  • “Folklore” - Taylor Swift

Música do ano:
  • “Black Parade” - interpretada por Beyoncé, (Denisia Andrews, Beyoncé, Stephen Bray, Shawn Carter, Brittany Coney, Derek James Dixie, Akil King, Kim “Kaydence” Krysiuk & Rickie “Caso” Tice)
  • “The Box” - interpretada por Roddy Ricch, (Samuel Gloade & Rodrick Moore)
  • “Cardigan” - interpretada por Taylor Swift, (Aaron Dessner & Taylor Swift)
  • “Circles” - interpretada por Post Malone, (Louis Bell, Adam Feeney, Kaan Gunesberk, Austin Post & Billy Walsh)
  • “Don’t Start Now” - interpretada por Dua Lipa, (Caroline Ailin, Ian Kirkpatrick, Dua Lipa & Emily Warren)
  • “Everything I Wanted” - interpretada por Billie Eilish, (Billie Eilish O’Connell & Finneas O’Connell)
  • “I Can’t Breathe” - interpretada por H.E.R., (Dernst Emile II, H.E.R. & Tiara Thomas)
  • “If the World Was Ending” - interpretada por JP Saxe feat. Julia Michaels, (Julia Michaels & JP Saxe)

Artista revelação:
  • Ingrid Andress
  • Phoebe Bridgers
  • Chika
  • Noah Cyrus
  • D Smoke
  • Doja Cat
  • Kaytranada
  • Megan Thee Stallion

Melhor clipe: 
  • “Brown Skin Girl” - Beyoncé
  • “Life Is Good” - Future feat. Drake
  • “Lockdown” - Anderson .Paak
  • “Adore You” - Harry Styles
  • “Goliath” - Woodkid

Performance de pop em duo/grupo:
  • “Un Dia (One Day)” - J Balvin, Dua Lipa, Bad Bunny & Tainy
  • “Intentions” - Justin Bieber feat. Quavo
  • “Dynamite” - BTS
  • “Rain on Me” - Lady Gaga e Ariana Grande
  • “Exile” - Taylor Swift feat. Bon Iver

Performance solo pop:
  • “Yummy” - Justin Bieber
  • “Say So” - Doja Cat
  • “Everything I Wanted” - Billie Eilish
  • “Don’t Start Now” - Dua Lipa
  • “Watermelon Sugar” - Harry Styles
  • “Cardigan” - Taylor Swift

Álbum de pop vocal:
  • “Changes” - Justin Bieber
  • “Chromatica” - Lady Gaga
  • “Future Nostalgia” - Dua Lipa
  • “Fine Line” - Harry Styles
  • “Folklore” - Taylor Swift
  • Álbum de rap:
  • “Black Habits” - D Smoke
  • “Alfredo” - Freddie Gibbs & The Alchemist
  • “A Written Testimony” - Jay Electronica
  • “King’s Disease” - Nas
  • “The Allegory Royce” - Da 5’9″

Performance de rap melódico:
  • “Rockstar” - DaBaby Featuring Roddy Ricch
  • “Laugh Now, Cry Later” - Drake Featuring Lil Durk
  • “Lockdown” - Anderson .Paak
  • “The Box” - Roddy Ricch
  • “Highest in the Room” - Travis Scott

Álbum de R&B:
  • “Happy 2 Be Here” - Ant Clemons
  • “Take Time” - Giveon
  • “To Feel Love/D” - Luke James
  • “Bigger Love” - John Legend
  • “All Rise” - Gregory Porter

Música R&B:
  • “Better Than I Imagine” - interpretada por Robert Glasper feat. H.E.R. & Meshell Ndegeocello, (Robert Glasper, Meshell Ndegeocello & Gabriella Wilson)
  • “Black Parade” - interpretada por Beyoncé, (Denisia Andrews, Beyoncé, Stephen Bray, Shawn Carter, Brittany Coney, Derek James Dixie, Akil King, Kim “Kaydence” Krysiuk & Rickie “Caso” Tice)
  • “Collide” - interpretada por Tiana Major9 & Earthgang, (Sam Barsh, Stacey Barthe, Sonyae Elise, Olu Fann, Akil King, Josh Lopez, Kaveh Rastegar & Benedetto Rotondi)
  • “Do It” - interpretada por Chloe X Halle, (Chloe Bailey, Halle Bailey, Anton Kuhl, Victoria Monét, Scott Storch & Vincent Van Den Ende)
  • “Slow Down” - interpretada por Skip Marley & H.E.R., (Nasri Atweh, Badriia Bourelly, Skip Marley, Ryan Williamson & Gabriella Wilson)

Trilha sonora original para mídia audiovisual:
  • Ad Astra - Max Richter
  • Becoming - Kamasi Washington
  • Coringa - Hildur Guðnadóttir
  • 1917 - Thomas Newman
  • Star Wars: A Ascensão Skywalker - John Williams

Música para mídia audiovisual:
  • "Beautiful Ghosts" (Cats) - Andrew Lloyd Webber & Taylor Swift
  • "Carried Me With You" (Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica) - Brandi Carlile, Phil Hanseroth & Tim Hanseroth
  • “Into the Unknown" (Frozen 2) - Kristen Anderson-Lopez & Robert Lopez
  • “No Time to Die" (007 Sem Tempo Para Morrer) - Billie Eilish O’Connell & Finneas Baird O’Connell
  • “Stand Up" (Harriet) - Joshuah Brian Campbell & Cynthia Erivo
(*Estagiária sob supervisão do subeditor Rafael Alves) 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade